Engenharia civil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2987 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SILVA, J. Mendes; GONÇALVES, Pedro – “Patologias frequentes em coberturas planas em
Portugal”. Congresso Nacional da Construção, IST, Lisboa, Dezembro 2001.

PATOLOGIAS CORRENTES
EM COBERTURAS PLANAS EM PORTUGAL

J. MENDES DA SILVA
Eng. Civil, Prof. Auxiliar
Dep. Eng. Civil
Faculdade de Ciências e Tecnologia
da Universidade de Coimbra

PEDRO A. GONÇALVES
Eng.º Civil
Mestrando doDep. Eng. Civil
Faculdade de Ciências e Tecnologia
da Universidade de Coimbra

SUMÁRIO
No presente artigo, recordam-se e sistematizam-se as exigências básicas de concepção e
execução das coberturas planas e identificam-se os principais defeitos observados. Tendo como
base a análise de mais de uma centena de casos de obra, analisam-se as causas dos defeitos
mais frequentes e apresentam-seexemplos de fichas de diagnóstico e reabilitação.
1. INTRODUÇÃO
As coberturas planas têm tido, ao longo dos últimos anos, uma significativa aplicação em
Portugal, seguindo a evolução das correntes arquitectónicas e usufruindo do aparecimento de
novos materiais de impermeabilização e da melhoria de desempenho dos existentes.
O projecto das coberturas planas é, frequentemente, incipiente e nãocontempla toda a
complexidade de exigências funcionais destas coberturas, nem prevê ou descreve todos os
materiais envolvidos, nem as soluções construtivas particulares e localizadas. Além da
qualidade do projecto, as coberturas planas exigem adequadas técnicas de execução e rigorosa
preparação da mão-de-obra, que nem sempre se atingem. Deste modo, são recorrentes os
defeitos das coberturasplanas em Portugal, que surgem agravados pela ausência de legislação
técnica específica e pelo reduzido impacto da homologação e certificação. As actuais acções de
reabilitação das coberturas planas têm custos anuais que representam uma parcela elevada do
valor da inicial dessas coberturas.

SILVA, J. Mendes; GONÇALVES, Pedro – “Patologias frequentes em coberturas planas em
Portugal”. CongressoNacional da Construção, IST, Lisboa, Dezembro 2001.

2. SISTEMAS DE IMPERMEABILIZAÇÃO DE COBERTURAS PLANAS.
As coberturas em terraço – também designadas por coberturas planas, embora na realidade
devam apresentar inclinações desde 1 a 2% até 8 a 15%, consoante os países e a sua legislação
específica [1, 2] - podem apresentar uma grande diversidade de camadas e suas combinações,
que nassituações actuais mais correntes se sobrepõem pela seguinte ordem: estrutura
resistente, camada de forma, camada de difusão de vapor de água, barreira pára-vapor,
revestimento impermeabilizante, isolamento térmico, camada de dessolidarização, protecção
do revestimento impermeabilizante e acabamento final.
Cada uma destas camadas desempenha funções específicas, num sistema cujo funcionamento éconjunto e depende, não apenas das características de cada camada, mas também da sua ordem
relativa de colocação, da sua compatibilidade e, de modo significativo, das soluções
construtivas adoptadas para os pontos singulares. De entre todas as camadas, assume particular
destaque o revestimento impermeabilizante porque é ele o garante principal da estanquidade da
cobertura, que constitui a exigênciafuncional mais reclamada, não obstante o relevo de
diversas outras, consoante a função do edifício.
Revestimentos tradicionais são aqueles, em relação aos quais, existe uma prática consolidada
de utilização e cujas características e comportamento são suficientemente conhecidos, estando
os restantes sujeitos a exigências de homologação previstas pelo art.º 17º do RGEU [1]. Face à
actualevolução das soluções de impermeabilização de coberturas planas, considera-se que a
maior parte deste tipo de soluções ainda ser considerada como tradicional.
Recorda-se que os revestimentos de impermeabilização podem ser usados em sistemas
“monocapa” ou “multicapa”, em que, neste último, por oposição ao primeiro, a
impermeabilização é obtida por duas ou mais membranas sobrepostas, aderentes...
tracking img