Enfrentamento a violencia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3152 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
ENFRENTAMENTO

À VIOLÊNCIA

NA ESCOLA

INTRODUÇÃO

A violência é um problema social que está presente nas ações dentro das escolas e manifesta-se de diversas formas entre todos os envolvidos no processo educativo. Isso não deveria acontecer, pois escola é lugar de formação da ética, da cidadania e da moral dos sujeitos ali inseridos, sejam eles alunos, professores ou demaisfuncionários.
O cenário de violência muitas vezes se inicia na casa da criança, passando por escolas e suas redondezas, pela comunidade e outras instituições. Além de sequelas físicas, a violência, quando não gera morte, pode deixar sequelas emocionais, muitas delas comprometendo de forma permanente, crianças e adolescentes. Ela prejudica o aprendizado, as relações sociais, o pleno desenvolvimento. Seusefeitos perversos podem se manifestar, ainda, na construção de um círculo de reprodução de práticas violentas, em que, novamente, meninos e meninas serão as principais vítimas.

A busca de soluções para este problema é de responsabilidade de todos nós, independentemente da função que exerce, tanto dentro, quanto fora da escola.
É necessário romper com as barreiras do preconceito, dadiscriminação, da ignorância, da convivência. Neste sentido, nosso estudo em relação ao enfrentamento a Violência baseia-se numa preocupação em relação ao combate à violência, capacitação de profissionais de saúde, educação e assistência, além da necessidade de formação mais aprofundada em se tratando de educandos e/ou familiares com este problema.
A partir de uma visão mais ampla poderemos ter uma maiorpossibilidade de detectar e abordar adequadamente as vítimas da violência dentro e fora da escola, ajudando os educando e suas famílias a estabelecer relações saudáveis e dinâmicas com o convívio existente.

ENFRENTAMENTO A VIOLÊNCIA NA ESCOLA

Todo e qualquer esforço no sentido de entender ou identificar as razões que promove tamanha violência nas escolas, passa necessariamente por uma análiseconjuntural da sociedade onde a escola está inserida, prioritariamente no tocante aos aspectos históricos, econômicos, culturais e de produção, sendo estes os constituintes de toda a base da matriz geradora de todos os conflitos, disparidades, interesses conflitantes e toda a sorte de agressões a que estão submetidos os agentes no processo do fazer educação na nossa sociedade e na nossa escola.Em tempos anteriores, os princípios de inclusão em relação a anormalidade, o “ser diferente” baseava-se nas condições físicas, mentais, emocionais e intelectuais.
A Declaração de Salamanca, a partir de 1994, sugere que a escola ampare o “ser diferente” sem extingui-lo de qualquer convivência na sociedade, inserindo-o ao convívio social sem exclusão.
Dentro da própria estrutura da sociedadeexistem certos comportamentos que são considerados anormais (desvio de conduta) em um determinado período, que pode ser considerado natural com o passar do tempo dentro de determinada organização (escola, comunidade, igreja...).
Uma situação de desvio de conduta que uma pessoa possa a vir ter em sua vida acarreta olhares desconfiados da sociedade a qual ela conviva e mesmo que a pessoa tente serestabelecer pessoalmente tanto ela quanto sua família carregará o estigma que o cercou. Julgam-se todos os membros dessa família pelo ato que um destes praticou.
As pessoas veem um ex-presidiário como alguém que carrega elementos negativos na constituição do seu ser, como alguém que compactua com o mal, como sujeito contaminador.
A generalização de conceitos e taxações sofridas pelos filhos depresidiários faz com que estes vivam em constante inquietação e mal-estar dentro da sociedade. Eles se sentem desconfortáveis com a desconfiança com que são tratados, pois, se veem como alguém que não tem atrativos essenciais para o convívio na sociedade.
Sabemos que nenhuma escola é uma ilha, mas parte da sociedade. E no nosso caso essa sociedade tem-se embrutecido de forma espantosa. O...
tracking img