Enfisema pulmonar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1523 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE
 DE
 SÃO
 PAULO
  FACULDADE
 DE
 CIÊNCIAS
 FARMACÊUTICAS
  São
 Paulo,
 02
 de
 Dezembro
 de
 2011
 
Autores:
 Alyne
 Procopio,
 Andréia
 A.
 Otsuka,
 Fábio
 C.
 Kakuta,
 Felipe
 K.
 Iwamoto,
 Gustavo
 M.
 Kanazawa,
 Isabel
 N.
 Aidar
 e
 João
 Augusto
 B.
 Cavalcante.
 ENFISEMA
 PULMONAR
 
INTRODUÇÃO
 
 
 
  O
  enfisema
  é
  uma
  doença
  pulmonar
  obstrutiva
  crônica
  (DPOC),
  caracterizada
  por
  inflamações
  nas
  fibras
  das
  paredes
  dos
  alvéolos,
  fazendo
  com
  que
  esta
  percam
  sua
  elasticidade
  natural
  e
  ocorra
 destruição
  dos
  septos
  alveolares
  isto
  cria
  um
  largo
  espaço
  de
  ar
  ao
  invés
  de
  vários
  pequenos
  espaços
  reduzindo
 a
 área
 superficial
 disponível
 para
 trocas
 gasosas,
 
 prejudicando
 a
 sua
 oxigenação.5
 
 
 
 
  Esta
  doença
  pode
  ter
  causas
 genéticas
  mas
  ocorre
  muito
  mais
  frequentemente
  entre
  fumantes
  (98-­‐99%)8.
 É
 atualmente
 uma
 doença
 incurável,
 porém
 os
 tratamentos
 pode
 estabilizar
 a
 doença.
 
  3.
  Ventilação
  irregular
  –
  Há
  regiões
  bem
  ventiladas
  e
  outras
  pouco
  ventiladas,
 apresentando
  a
  razão
 ​ çã  ()/ã  () 
 anormais:
  -­‐
 ​/ 
 muito
 baixa
 em
 algumas
 partes
 (desvio
 fisiológico)
 –
 aeração
 insuficiente
 do
 sangue;
  -­‐
 ​/ 
 muito
 alta
 em
 outras
 regiões
 (espaço
 morto
 fisiológico)
 –
 ventilação
 perdida.1
 
  4.
 Diminuição
 das
 paredes alveolares
 -­‐
 Ocorre
 a
 redução
 do
 número
 de
 capilares
 pulmonares
 pelos
 quais
  o
  sangue
  pode
  passar,
  o
  que
  aumenta
  a
  resistência
  vascular
  pulmonar
  provocando
  hipertensão
  pulmonar.
  Este
  quadro
  leva
  ao
  sobrecarregamento
  do
  lado
  direito
  do
 coração,
  podendo
  levar
  a
  sua
  insuficiência
  cardíaca.1
  5
 Desnutrição
 -­‐
 Aspecto
 de
 grande
 impacto
 negativo
 no
 quadro
 clínico
 dos
 pacientes
 com
 DPOC,
 uma
 vez
  que
  nutrição
  e
  ventilação
  estão
  intimamente
  relacionadas.
  Oxigênio
  e
  nutrientes
  são
 componentes
  necessários
  ao
  organismo
  e
  participam
  no
  processo
  de
  respiração
  e
  de
  fornecimento
  de
  energia
  para
  as
  atividades
  diárias.
  Um
  número
  significante
  de
  pacientes
  portadores
  de
  DPOC
  apresenta
  perda
  de
  peso
  involuntária
  no
  decorrer  da
  doença.
  A
  perda
  de
  peso
  como
  consequência
  do
  enfisema
  é
  uma
  questão
  ainda
 não
 totalmente
 elucidada.2
  6.
  Perda
  de
  elasticidade
  -­‐
  A
  maior
  destruição
  de
  fibras
  elásticas
  torna
  os
  pulmões
  mais
  complacentes
  provocando
 o
 colabamento de
 algumas
 regiões
 alveolares
 e
 a
 expiração
 forçada.
 
 
 
 O
 resultado
 final
 destes
 efeitos
 consiste
 em
 intensa
 dispneia,
 que
 pode
 persistir
 por
 muitos
 anos
 até
 ao
  óbito
 por
 hipóxia
 e
 hipercapnia.1
 

Figura
 1
 
 

ANATOMIA
 
 
 
 ...
tracking img