Enfermagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1638 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
PROBLEMAS RESPIRATÓRIOS NA INFÂNCIA
Ana Paula Rodrigues dos Santos*
As doenças respiratórias são, atualmente, as principais causas de morbidade na primeira infância, englobando uma gama de afecções que cometem desde as fossas nasais até o parênquima pulmonar. São divididas em infecções respiratórias das vias aéreas superiores (IVAS), das quais as mais comuns são os resfriados, a faringite e alaringite, e as infecções respiratórias das vias aéreas inferiores (IVAI), como, por exemplo, a traqueíte, a bronquilite e a pneumonia. Vale ressaltar que a pneumonia juntamente com a diarreia e a desnutrição, é a principal causa de morte na primeira infância. Nos países em desenvolvimento das Américas, a pneumonia é a causa de mais de 85% das mortes por infecções respiratórias e por 10% a 30% dosóbitos de menores de 05 anos de idade.
As infecções são menos recorrentes em lactentes, pois até os 3 meses de idade possuem os anticorpos da mãe. A taxa de infecção sobe dos 3 aos 6 meses, período em que diminuem os anticorpos maternos, e inicia-se a produção de anticorpos da criança, que continua elevada até o período pré-escolar. A suscetibilidade vai diminuindo progressivamente, de acordo como aumento da idade da criança. Assim, quanto maior a idade da criança, maior sua resistência à maioria dos micro-organismos.
Os fatores predisponentes ao surgimento de distúrbios respiratórios podem ser ambientais (frio, umidade, mudanças bruscas de temperatura, natureza do agente infeccioso), ou orgânicos (anemia, fadiga, alergias, problemas cardíacos, desnutrição, suscetibilidade individual ouexposição contínua a substâncias que diminuem as defesas imunológicas, estadia em creches e escolas).
Vale ressaltar que existem outros fatores que podem favorecer o surgimento da doença, como condições socioeconômicas, condição nutricional, amamentação, baixo peso ao nascer, imunização, poluentes, ar frio e confinamento.
As afecções do trato respiratório superior têm características peculiaresque vão auxiliar o planejamento da assistência a ser prestada. Entre elas, podem ser citadas:
* RINITE: é descrita como resposta inflamatória local, mantida por influxo de leucócitos na mucosa. Vários fatores podem desencadear a rinite, como exposição ambiental a certos agentes alérgicos, mudança de estilo de vida, ambiente fechado, tabagismo passivo, presença de animais de estimação,contribuição de agentes imunológicos infecciosos e fatores socioeconômicos. É diagnosticada clinicamente por um ou mais sintomas, como rinorreia, prurido, espirros e obstrução nasal.
* FARINGITE: é descrita como uma inflamação febril da garganta, provocada por um organismo viral ou bacteriano, tendo como principal agente causal o estreptococo do grupo A. Sua gravidade diz respeito às sequelasoriginárias da infecção, que são a febre reumática aguda (doença inflamatória do coração, das articulações e do sistema nervoso central) e a glomerulonefrite difusa aguda (infecção renal). As manifestações comuns são: cefaleia, febre, mal-estar, anorexia, rouquidão, tosse, rinite, dor abdominal, vômitos, edema e inflamação das amígdalas com exsudato e dor. O tratamento é a base de antimicrobianos, como apenicilina.
* LARINGITE: é descrita como a inflamação da laringe, podendo ser aguda se os vírus forem os agentes causais usuais. A queixa principal é a dor de garganta, tosse, rouquidão que podem ser acompanhadas de coriza, faringite, congestão nasal, febre, cefaleia, mialgia e indisposição. Em casos intensos, podem ocorrer estridor inspiratório, retrações, dispneia, inquietude, fome de ar efadiga e etc. O tratamento é sintomático com líquidos e ar umidificado.
* GRIPE: é causado por vírus diferentes e que sofrem alterações significativas de tempos em tempos. O contágio se dá por contato direto, sendo a influenza mais comum durante os meses de inverno. Os sintomas variam de mucosa nasal e faríngea seca, tosse seca e rouquidão até febre, calafrios, fotofobia, mialgia e entre...
tracking img