Enfermagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2550 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
DEFINIÇÃO
• É a necrose da célula miocárdica resultante da oferta inadequada de oxigênio ao músculo cardíaco
• O infarto é a destruição da musculatura miocárdica, devido à deficiência de fluxo sangüíneo para uma região do músculo cardíaco, cujas células sofrem necrose por falta de aporte nutritivo.
• A interrupção do fluxo coronário quase sempre é devido ao estreitamento repentinode uma artéria coronária pelo ateroma (aterosclerose), ou pela obstrução total de uma coronária por êmbolo ou trombo (coágulo sangüíneo).
Fisiopatologia
O IAM é resultante da ruptura de uma placa aterosclerótica , desencadeando um processo em cascata , o qual reduz de forma crítica o fluxo sanguíneo na artéria coronária por espasmo coronário ou formação de trombo.
No IAM com onda Q, o comum éencontrar a artéria coronário responsável pelo infarto totalmente ocluída com a presença de um supradesnilamento do segmento ST no ECG.No IAM não Q , a artéria coronária é estenótica e habitualmente não está ocluída e os achados eletrocardiográficos costumam ser inversão da onda T e/ou infradesnivelamento do segmento ST.
Certas carcterísticas da placa - incluindo tamanho, composição da matrizlipídica, estrutura e composição de capa fibrótica e presença de processos inflamatórios - predispõem a sua ruptura.
Esta placa ateraclerótica é susceptível a fatores externos e ao estresse mediado pelo aumento do tonus do sistema nervoso simpático e à redução das influencias do parassimpático , resultando na elevação da pressão arterial sistêmico , aumento das forças de tensão da placa , aumento dafrequência cardíaca , aumento da agregação plaquetária e aumento da viscosidade sanguínea.Essas alterações podem provocam rupturas ou erosão da placa e resultas em angina instável, IAM Q ou não Q ou até morte súbita cardíaca; de origem isquêmica (angina ou infarto ) ou elétrico - arritmia (4).
 

Diagnóstico diferencial
A suspeita de IAM deve ser incluída no diagnóstico diferencial de qualquerdor acima do umbigo, principalmente de forte intensidade. Sendo possível contemplar todas as possibilidades, cumpre salientar, pela sua alta letalidade (maior que 50% nas primeiras 24 horas), a dissecção aguda da aorta. Este diagnóstico deve ser lembrado em todos os indivíduos com suspeita de infarto do miocárdio nos quais o ECG se mostre normal ou com alterações inespecíficas, principalmente se opaciente for hipertenso e se a dor se irradiar para o dorso. Nesta situação, é indispensável um ecocardiograma transtorácico de urgência que, na maioria das vezes, faz o diagnóstico diferencial. Quando persistir dúvida, pode-se lançar mão do ecocardiograma intra-esofágico, da tomografia computadorizada, da ressonância magnética ou, ainda, da angiografia.
Referências Bibliográficas

 1.Robbins, Cotran, Kumar: Patologia estrutural e funcional; e1, 1996. 12:467

  2.Cecil: Tratado de Medicina Interna; VA, e1, 1997. 41:334 e 336
  3. Celmo, Celeno, Porto: Doenças do coração - Prevenção e Tratamento; e1, 1998. 120: 608-610
  4. Celso Ferreira e Rui Póvoa: Cardiologia para o Clínico Geral; e9, 1999. 21: 425-428


Fisiopatologia

A concepção tradicional é de que a imensa maioria doscasos de IAM resulta de doença aterosclerótica coronariana. Outros exemplos de possíveis mecanismos são: doença arterial coronária não-aterosclerótica (arterite, trauma, espasmo, dissecção, espessamento intimal), êmbolos para a artéria coronária (endocardite, mixoma), anormalidades congênitas (origem anômala das coronárias), alterações hematológicas (hipercoagulabilidade), drogas (cocaína) eaumento no consumo de oxigênio (estenose aórtica, insuficiência aórtica, hipertiroidismo)(3).

Atualmente, Estudos patológicos estabeleceram que a perda da integridade da placa aterosclerótica é o mecanismo fisiopatológico primário na maioria dos casos das síndromes coronárias agudas. Existem duas formas de perda de integridade da placa: a erosão e a ruptura da placa(4).

A erosão consiste de...
tracking img