Enfermagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3602 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FAC/LIONS - Fundação Educacional de Goiás
Centro de Pós-Graduação

Uso de EPIs:

Relevância de uso e dificuldade de adesão na Enfermagem

Maylla Aparecida Muniz

Pós-Graduação Lato Sensu
Rio Verde/GO.
2011
FAC/LIONS - Fundação Educacional de Goiás
Centro de Pós-Graduação

Uso de EPIs:

Relevância de uso e dificuldade de adesão na EnfermagemPesquisa de Campo apresentada a FACLIONS como exigência parcial do Curso de Especialização em Enfermagem do Trabalho

Orientador: Prof. Dionilson Pinheiro

Maylla Aparecida Muniz

Pós-Graduação Lato Sensu
Rio Verde/GO
2011

RESUMO

A utilização de uma barreira para proteção, como o uso de EPI’s.Utilizá-los corretamente é de suma importância, pois permite a realização de procedimentos de forma segura, tanto para o profissional que está prestando assistência como para o paciente. A NR 32 define a Segurança e Saúde no Trabalho em Estabelecimentos de Saúde. Esta Norma Regulamentadora tem por finalidade estabelecer as diretrizes básicas para a implementação de medidas de proteção à segurança eà saúde dos trabalhadores dos serviços de saúde, bem como daqueles que exercem atividades de promoção e assistência à saúde em geral. Para fins de aplicação desta NR, entende-se como serviços de saúde qualquer edificação destinada à prestação de assistência à saúde da população, e todas as ações de promoção, recuperação, assistência, pesquisa e ensino em saúde em qualquer nível de complexidade.A empresa é obrigada a fornecer aos empregados, gratuitamente, EPI adequado ao risco, em perfeito estado de conservação e funcionamento e o empregado deve usá-lo. É recomendado que o fornecimento de EPI’s, bem como treinamentos ministrados, seja registrado através de documentação apropriada para eventuais esclarecimentos em causas trabalhistas e/ou fiscalizações pertinentes.

Palavra-chave:EPI, saúde do trabalhador,

SUMÁRIO

|Introdução |05 |
|Proposição |09 |
|Material e Método|10 |
|Resultados e Discussão |14 |
|Conclusão |25 |
|Referências Bibliográficas|26 |

1 . INTRODUÇÃO

As Normas Regulamentadoras, também conhecidas como NRs, regulamentam e fornecem orientações sobre procedimentos obrigatórios relacionados à segurança e medicina do trabalho no Brasil. São as Normas Regulamentadoras do Capítulo V, Título II, da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), relativas à Segurança e Medicinado Trabalho, foram aprovadas pela Portaria N.° 3.214, 08 de junho de 1978. São de observância obrigatória por todas as empresas brasileiras regidas pela (CLT).

O uso de EPI – Equipamento de proteção Individual está bem definido nas NRs.

A regulamentação sobre o uso do EPI é estabelecida pelas Normas Regulamentadoras: NR6 e NR9, do Ministério do Trabalho e Emprego.

A NR 9 –que regulamenta o PPRA - Programa de Prevenção de Riscos Ambientais - no item relativo às medidas de controle, prevê a utilização do EPI como uma dessas medidas. Deve-se lembrar, porém, que o EPI só deve ser utilizado após a comprovação da impossibilidade de adoção de medidas de proteção coletiva.

Já a NR 32 define a Segurança e Saúde no Trabalho em Estabelecimentos de Saúde. Esta Norma...
tracking img