enfase na metodologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 88 (21966 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de dezembro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Curso de Capacitação em
Processos Educacionais na Saúde
ÊNFASE EM FACILITAÇÃO DE METODOLOGIAS ATIVAS DE ENSINO
APRENDIZAGEM NA GESTÃO DA CLÍNICA NO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE

HOSPITAIS DE EXCELÊNCIA
A SERVIÇO DO SUS

2012

Ficha Catalográfica
Elaborada pela Biblioteca Dr. Fadlo Haidar
Instituto Sírio-Libanês de Ensino e Pesquisa

C986

Curso de capacitação em processos educacionaisna saúde: com ênfase em
facilitação de metodologias ativas de ensino-aprendizagem / Instituto Sírio-Libanês
de Ensino e Pesquisa; Ministério da Saúde; Conselho Nacional de Secretários de Saúde;
Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde; Fundação Dom Cabral. -- São
Paulo, 2012.
59p.
1. Educação em saúde. 2. Aprendizagem Baseada em Problemas. 3. Capacitação de
Recursos Humanos emSaúde. 4. Sistema Único de Saúde. 5. Competência. 6.Gestão de redes.

NLM: WA 525

H O S P I TA I S D E E XC E L Ê N C I A A S E R V I ÇO D O S U S

CURSO DE CAPACITAÇÃO EM
PROCESSOS EDUCACIONAIS NA SAÚDE
ÊNFASE EM FACILITAÇÃO DE METODOLOGIAS ATIVAS DE ENSINO-APRENDIZAGEM
NA GESTÃO DA CLÍNICA NO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE

CADERNO DO CURSO – 2011

CURSO DE CAPACITAÇÃO EM PROCESSOSEDUCACIONAIS NA SAÚDE

SUMÁRIO

Apresentação

5

1. Contexto

6



1.1. Projeto Gestão da Clínica no SUS

6



1.2 Cursos de especialização do projeto “Gestão da Clínica no SUS”



1.2.1 Estrutura e organização

10
11

1.2.2 Avaliação

15

2. Objetivos e Metas do Curso de Capacitação em Processos Educacionais na Saúde – CPES

16

3. O perfil de competência dofacilitador de aprendizagem

17



18

3.1 Atividades educacionais específicas do facilitador no Projeto Gestão da Clínica no SUS

4. Programa Integrado da Capacitação em Processos Educacionais na Saúde – CPES

20



4.1 Processo ensino-aprendizagem: A espiral construtivista

21



4.2 Comunidade de aprendizagem: Dialogia e facilitação

24



4.3 Papel do gestorde aprendizagem de região

24

5. Organização

25

6. Avaliação

28

7. Anexos

30



Anexo I – Termo de referência aprendizagem baseada em equipe - Team Based Learning – TBL

30



Anexo II – Termo de referência acolhimento

35



Anexo III – Termo de referência do projeto aplicativo - cursos do projeto gestão da clínica no SUS

36



Anexo IV – Cronogramada 1ª. Edição dos cursos de especialização do projeto gestão da clínica no SUS.

41



Anexo V – Modelo dos relatórios gerenciais

44



Anexo VI Termo de referência para construção de narrativa

45



Anexo VII – Termo de referência portfólio

45



Anexo VIII – Termo de referência trabalho de conclusão de curso – TCC

46



Anexo IX – Tutorial da plataformainterativa

49



Anexo X – Termo de referência avaliação de desempenho do participante

52



Anexo XI – Formato de avaliação de desempenho do participante do CPES

56



Anexo XII – Formato de avaliação de desempenho do gestor de aprendizagem de região

56



Anexo XIII – Formato de avaliação do encontro/curso CPES

57


8. Bibliografia

58

Agradecimentos59

HOSPITAIS DE EXCELÊNCIA A SERVIÇO DO SUS

Artista: José Ferraz de Almeida Júnior
Título: Moça com livro
Período: Itú, São Paulo, 1850 - Piracicaba, São Paulo, 1899
Acervo: Masp/São Paulo

“A curiosidade como inquietação indagadora, como inclinação ao
desvelamento de algo, como pergunta verbalizada ou não, como procura
de esclarecimento, como sinal de atenção que sugere alerta fazparte
integrante do fenômeno vital. Não haveria criatividade sem a curiosidade
que nos move e que nos põe pacientemente impacientes diante do
mundo que não fizemos, acrescentando a ele algo que fazemos”.


Paulo Freire (2008)

CURSO DE CAPACITAÇÃO EM PROCESSOS EDUCACIONAIS NA SAÚDE

A P R E S E N TA Ç Ã O

Caros (as) facilitadores (as),

A parceria entre o Hospital Sírio...
tracking img