Energia e mobilidade nos transportes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4414 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de dezembro de 2010
Ler documento completo
Amostra do texto
Estudo do Impacto Energético e Ambiental no Percurso Castelo Branco - Aveiro
2010

Índice

Resumo 4
Introdução 5
Metodologia utilizada e considerações 6
Cenários 7
 Cenário 1 7
 Cenário 2 7
 Cenário 3 9
 Cenário 4 10
Meios de Transporte 11
 Automóvel 11
 Táxi 11
 Autocarro longo curso 11
 Autocarro urbano 11
 Comboio IC 12
Bicicleta urbana 12
Caracterização Energética 12
Caracterização Ambiental 15
 Emissão de CO2 15
 Outras emissões 16
 Tempo e Custo 17
 Atribuição de factor de comparação 18
Conclusão 19
Bibliografia 20
Anexos 21

Índice de Ilustrações
Ilustração 1 - Consumo de energia final por sector 5
Ilustração 2 - Caminho de Automóvel 7
Ilustração 3 - Caminho de autocarro longocurso 8
Ilustração 4 - Percurso MOVEaveiro 8
Ilustração 5 - Percurso de Intercidades 9
Ilustração 6 - Percurso de Táxi 9
Ilustração 7 - Gráfico de energia por tipo de transporte 13
Ilustração 8 - Gráfico de energia consumida por cenário 14
Ilustração 9 - Gráfico de emissão de CO2 15
Ilustração 10 - Gráfico de emissão de outros poluentes 16
Ilustração 11 - Gráfico de tempo e custopor cenário 17

Índice de Tabelas
Tabela 1 - Características do cenário 1 7
Tabela 2 - Características do cenário 2 8
Tabela 3 - Características do cenário 3 10
Tabela 4 - Características do cenário 4 10
Tabela 5 - Tabela de Conversão 12
Tabela 6 - Conversão do consumo rodoviário em energia primária 12
Tabela 7 - Conversão da emissão de CO2 ferroviária em energia primária 13
Tabela8 - Energia primária utilizada por cenário 14
Tabela 9- Factores de comparação entre cenários 18

Resumo

Através deste trabalho ambiciona-se estudar o impacto energético, ambiental, o custo e o tempo utilizados no percurso desde a Câmara Municipal de Castelo Branco até à Universidade de Aveiro, pretendendo-se com isso encontrar a solução que minimiza estes factores, através não só do usode apenas um transporte como de um mix de transportes, individuais ou colectivos, de pessoas, efectivamente estes serão comparados através da taxa de ocupação efectiva de cada transporte.
Alternativas estudadas:
1. Automóvel
2. Autocarro longo curso – Autocarro Urbano
3. Comboio
4. Autocarro longo curso – Comboio

Introdução

O consumo de energia no mundo é um assunto degrande importância, quando pensamos que as fontes de energia tradicionais são fontes não-renováveis e que, desde a Revolução Industrial, este consumo tem apresentado níveis elevados e crescentes. Portugal é um país com escassos recursos energéticos próprios, nomeadamente, aqueles que asseguram as necessidades energéticas da maioria dos países desenvolvidos. Em 2007 Portugal, com uma dependênciaenergética de 82%, tem uma factura extremamente pesada, que fragiliza a economia e a sociedade em geral tornando-as, extremamente dependentes do exterior. Devido a este e outros motivos, constituíram-se protocolos englobando, principalmente, as grandes potências mundiais, incentivando-os a diminuir as suas emissões de gases com efeito de estufa. O Protocolo de Quioto, é um exemplo disso, onde os paísesmembros se comprometem a reduzir a emissão dos gases de efeito de estufa em pelo menos 5,2% até 2012. Se este for implementado com sucesso, estima-se que a temperatura global reduza entre 1,4°C e 5,8 °C até 2100.

No que concerne aos transportes, tema do nosso trabalho, estima-se que em 2020, os transportes sejam o maior sector consumidor de energia, superando o sector da indústria. Actualmente,cerca de 95% do total de energia dos transportes tem por base a utilização do petróleo. Os estudos realizados pela UITP, informam-nos que o transporte público na Europa, consome em média quatro vezes menos, por cada passageiro transportado, do que a viatura individual. O consumo de energia dos autocarros e dos comboios é cerca de três a cinco vezes mais eficaz do que o automóvel ou avião por...
tracking img