Empreendedorismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 23 (5565 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de dezembro de 2010
Ler documento completo
Amostra do texto
O Empreendedorismo como opção de (re)inserção Profissional
Dora Martins1
Resumo Este artigo procura evidenciar o empreendedorismo enquanto mecanismo de resposta à (re)inserção social, entendido enquanto necessidade ou oportunidade. Para além da apresentação do empreendedorsimo enquanto opção individual, destaca-se o papel que as universidades e institutos politécnicos devem assumir nodesenvolvimento do espírito empreendedor no cluster dos recém-licenciados. Palavras-chave: Empreendedorismo, auto-emprego, inovação organizacional, empreendedor.

1. Introdução
O mundo do trabalho sofre, naturalmente, uma mudança de paradigma, consequência de todas as mutações permanentes dos últimos 20 anos, comprometendo princípios laborais como a Segurança e Estabilidade no Emprego. A introdução dasnovas tecnologias de informação, a vontade insaciável do ser humano criar, inovar e experimentar novos desafios e a globalização dos mercados, aparecem assim como as causas explicativas da reestruturação organizacional a partir da década de 90. Estas alterações obrigaram a estrutura organizacional a encontrar modelos de trabalho, que por um lado dêem resposta às exigências da economia competitivae, por outro, assegurem o inalienável direito ao trabalho, a motivação e satisfação profissional. Aparecem na era pós industrial novas formas de organização do trabalho adequadas à maior rentabilidade das inovações tecnológicas. Surgem vários mecanismos de resposta sendo o EMPREENDEDORISMO, um dos que melhor vai assumindo, numa das suas formas mais flexíveis, livres, motivadoras da realizaçãoprofissional. É este o desafio proposto, perspectivando-se o Empreendedorismo não só como consequência intrínseca à sociedade de informação e comunicação actual, mas como uma nova forma de trabalhar e viver, onde predomina a força das ideias audaciosas. “As ideias são a nova moeda do mundo empresarial” (Leite, 2002:7) Mas se ser empreendedor significa ter capacidade de iniciativa, imaginação paraconceber ideias, flexibilidade para adaptá-las, criatividade e motivação para transformá-las numa oportunidade de negócio, bem sabemos que em Portugal não é só com espírito empreendedor, intuição e muita vontade de trabalhar que se faz o sucesso de uma empresa e, por inerência, do empreendedor.
Docente da Licenciatura de Recursos Humanos da Escola Superior de Estudos Industriais e de Gestão, doInstituto Politécnico do Porto, Portugal (doramartins@eseig.ipp.pt).
1

1

2. O desenvolvimento acelerado dos últimos 20 anos
A transição entre os séculos XX e XXI ao nível sócio-económico, faz-nos reflectir sobre dois grandes fenómenos – a internacionalização da actividade económica e a aceleração do ritmo de evolução tecnológica. Estes dois fenómenos requerem, obrigatoriamente, mudançasprofundas ao nível dos modos de organização do trabalho e das condições de desenvolvimento, sobretudo, dos recursos humanos. O aumento da concorrência levou, igualmente, as empresas a tenderem para a produção de novos produtos e serviços e a mudar os seus modos de produção, implicando o correspondente enfraquecimento da posição dos trabalhadores menos qualificados e com menor capacidade de aprendizagem.Tal, levou à necessidade de alguns países nesta situação, repensarem o seu processo de adaptação estrutural às novas condições económicas que, em Portugal comparativamente à União Europeia, têm sido bloqueadas por insuficiências de qualificação a curto prazo e, pela deterioração da coesão social a longo prazo. Às empresas que operam actualmente num mercado aberto e concorrencial, é-lhes exigidamaior inovação de produtos e serviços. Assim, aparece como igualmente importante, o conceito de Inovação Organizacional muito associado à dimensão tecnológica (actividades de I&D, aquisição de novos equipamentos…), com vista ao lançamento de novos produtos ou à introdução de novos processos produtivos e organizacionais, sejam eles de actuação, estruturas, novo relacionamento entre pessoas,...
tracking img