Em vista da instantaneidade de novos meios de imagem e de som, qual o futuro do jornal?

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (269 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
“Em vista da instantaneidade de novos meios de imagem e som, qual o futuro do jornal?”

Com o surgimento da mídia digital, surgiram também especulações de queo jornal impresso seria ameaçado a se extinguir. Porém em outros dados da história o surgimento de alguns meios também provocavam incertezas no universo dacomunicação.

Nos anos 40, com o surgimento da televisão, havia rumores de que o rádio ficaria no passado. Ele perdeu forças ao longo do tempo, mas sobreviveu aosavanços da tecnologia. Tornou-se um meio de comunicação de segundo plano, ou seja, enquanto uma pessoa ouve rádio certamente estará executando uma atividadeparalela (como dirigir ou cuidar dos afazeres domésticos), porém ainda assim o rádio não desapareceu. O mesmo aconteceu com a tv com o surgimento da internet,contrariando ao que todos pensavam a tv solidificou o seu espaço e se reinventou para se proteger.

Essa especulação não invade a nossa realidade. A instantaneidadedos novos meios é, sem dúvidas, um fator diferencial, mas a experiência sensorial de ter um jornal em mãos e transporta-lo para qualquer lugar ainda tem o seuvalor. Além de que o jornal tem o poder de juntar as notícias mais importantes dentro das últimas 24 horas, acompanhadas por uma interpretação ou comentário.Portanto a ameaça que as novas tecnologias trazem para o jornal não é propriamente o impacto de uma possível extinção e sim na maneira de como ele é feito.Trazendo conteúdo de qualidade, mais cuidadoso e zeloso do que costumamos a ler na internet sempre haverá espaço para o jornal em nossas vidas.

By: Monnique Silveira.
tracking img