Efeito tyndall

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2534 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
COLÉGIO ESTADUAL LUIZ AUGUSTO MORAIS REGO






EFEITO TYNDALL E O ESTUDO DAS EMULSÕES ÁGUA/ÓLEO VEGETAL






FÍSICO-QUÍMICA






PROFESSOR(a): DIRCE



ALUNO(S): AMANDA WELTER TURMA: 1º A
CÁTIA ANDRÉA B. DA SILVA
FABIULA MORAIS DE SOUZANATIELLI PATRÍCIA



TOLEDO
06/08/2012
SUMÁRIO


OBJETIVO................................................................................................................................3
INTRODUÇÃO ....4

1 MATERIAIS E REAGENTES 6

1.1 Vidrarias 6
1.2 Reagentes 6
1.3 EQUIPAMENTOS E OU MATERIAIS DIVERSOS 6

2 PROCEDIMENTO EXPERIMENTAL 7

2.1Tabelas 8
3 RESULTADOS E DISCUSSÕES.......................................................................................9
CONCLUSÃO 11
REFERÊNCIAS ....... 12



















OBJETIVO(s)

Classificar as dispersões químicas por meio da observação do efeito Tyndall, produzido pela luz de um laser em diferentes amostras, classificando-as como soluções verdadeiras,dispersões coloidais ou suspensões. E, estudar o processo de estabilização de um tipo de colóide, que é a emulsão por meio de um agente emulsificante.
INTRODUÇÃO
Solução é toda mistura homogênea de duas ou mais substâncias. As partículas dispersas são moléculas ou íons comuns têm diâmetro menor que 1 nm são agregados de moléculas ou de íons comuns, ou macromoléculas, ou macroíons isolados nãose sedimentam sob a ação da gravidade, nem sob a ação dos centrifugadores comuns, mas sim sob a ação de ultracentrifugadores não são retidas por filtros comuns, mas o são por ultrafiltros não são detectadas ao microscópio comum, mas o são com o auxílio do microscópio eletrônico e do ultramicroscópio. Já as dispersões é uma mistura onde uma substância se distribui (dispersa) em todasuperfície de outra substância. Toda solução também é dispersão, mas nem toda dispersão é solução. A suspensão são misturas de partículas ainda maiores do que as partículas dos colóides. As partículas de uma suspensão são suficientemente grandes para serem vistas a olho nu, suas partículas dispersas têm diâmetro maior que 100 nm. As suspensões são heterogêneas, são agregados de moléculasou de íons que se sedimentam pela ação da gravidade quando deixadas em repouso ou dos centrifugadores comuns, são retidas pelo papel filtro comum e são detectadas a olho nu. O efeito Tyndall é uma técnica usada para classificar uma dispersão coloidal. O efeito Tyndall foi descoberto por John Tyndall, que, em uma de suas experiências, percebeu a transmissão de um feixe de luz num meiocontendo partículas em suspensão. As partículas que compõem os sistemas coloidais são muito pequenas para serem identificadas a olho nu, mas o seu tamanho é maior do que o do comprimento de onda da luz visível. Por isso, uma luz que atravesse um sistema coloidal será refratada pelas partículas. Baseado nessa observação, basta apontar um feixe de luz para um sistema (geralmente líquido ou sólido) paraclassificá-lo.
• Partículas em solução saturada irão aparecer a olho nu sob o feixe de luz.
• Um colóide irá dar origem a difusão pela refração do feixe nas partículas.
• Uma solução não altera o feixe de luz.
• Em uma solução coloidal autêntica, a energia interna das partículas aumenta de acordo com a intensidade da luz aplicada.
O Efeito Tyndall ocorre quando há adispersão da luz pelas partículas coloidais. Neste caso, é possível visualizar o trajeto que a luz faz, pois estas partículas dispersam os raios luminosos. Uma solução coloidal ou colóide possui o diâmetro médio de suas partículas dispersas entre 1 e 100 nm. Alguns exemplos de soluções coloidais são: gelatina na água, leite (gordura e proteínas em água), maionese (óleo, vinagre e ovo), xampu na água,...
tracking img