Ed.fisica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4340 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Currículo sem Fronteiras, v.7, n.1, pp.243-252, Jan/Jun 2007
CORPO E GÊNERO NAS PRÁTICAS
ESCOLARES DE EDUCAÇÃO FÍSICA

Resumo
A Educação Física, no contexto da sociedade capitalista, passa a ser uma ferramenta importante
para a adequação dos corpos ao novo modelo de produção. Nesta disciplinarização doscorpos, os
métodos ginásticos e a posterior inserção da Educação Física nas escolas trazem consigo formas de
intervenção que se caracterizam por uma disciplina imposta e uma internalização e auto-regulação
dos indivíduos. Toda metodologia de ensino da Educação Física nas escolas mantém essas raízes
em práticas anteriormente ligadas à produção de trabalhadores e sua preparação física emoral.
Estas práticas escolares continuam solidificando a distinção dos indivíduos feita através de suas
capacidades físicas e também de seu sexo biológico, através da noção de papéis sociais ligados a
cada gênero. Sendo assim as aulas de Educação Física separam as meninas dos meninos,
determinam suas características e perpetuam um modelo em que ao homem cabe um papel ativo,
violento ecompetitivo, restando às mulheres o seu oposto. Busca-se perceber, através desse artigo,
de que forma se dá essa produção de sujeitos e suas identidades de gênero nas práticas atuais da
Educação Física.
Palavras-chave: corpo; gênero; Educação Física
Abstract
Historically, in the capitalist society, physical education became an important tool to adapt the
bodies to the new productionmodel. The gymnastics methods and the later physical education
insertion into the schools impose body shapes with a self discipline, a self internalization and a self
regulation by the fellow. All school physical education methods maintain these roots of practices
before connected to a labors production and physical and moral qualification. These school
practices continue to solidify theindividual distinction by physical abilities and biological sex
through the standard social roles attached to each gender. Physical education classes divide girls
and boys and impose characteristics on each one to support that man has a standard active,
aggressive, and competitive role, leaving the opposite characteristics to women. This article aims
to understand these ways of subjects’production and their gender identities in the present physical
education practices.
Key words: body; gender; physical education.
ISSN 1645-1384 (online) www.curriculosemfronteiras.org 243 FRANCIS M. de LIMA e NILSON F. DINIS
244
A disciplinarização dos corpos nas práticas de Educação Física
Muitos autoresjá escreveram a história da Educação Física, ou melhor, as histórias,
uma vez que não existe uma única e verdadeira história e não é o objetivo, neste momento,
reescrevê-la, mas sim refletir a partir desses autores os aspectos centrais de uma Educação
Física que já assumiu e vem assumindo vários papéis dentro da nossa sociedade. Esse
trabalho de reflexão acerca dessa história éfundamental para o entendimento dessa área de
conhecimento, tanto para seus professores e professoras como para aqueles/as
interessados/as na educação escolar de uma forma geral.
Desta forma, acredita-se ser de fundamental importância refletir sobre essa história,
tendo em mente que os caminhos que a Educação Física vem assumindo ao longo de sua
existência configuram uma determinada concepção desociedade e de sujeito, e, no caso
específico deste trabalho, configura papéis e atividades próprias para homens e mulheres.
Assim, antes de questionar mais profundamente as relações entre corpo e gênero nas aulas
de Educação Física, é importante visualizar brevemente a história dessa área do
conhecimento.
Percebe-se que a Educação Física vem assumindo diversas formas ao longo do...
tracking img