Economia e laranja

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1132 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução
O cultivo de laranjas tem origem nas regiões tropicais da Ásia, mas atualmente são cultivadas mundialmente, em diversos tipos de solos e climas.
Por ano são produzidas aproximadamente 65 milhões de toneladas de laranjas, das quais 40% são processadas em forma de suco e sub-produtos cítricos e o restante comercializadas como frutas frescas. 
As maiores regiões produtoras são aFlórida (EUA) e São Paulo (Brasil). O cultivo destinado para processamento em larga escala começou na Flórida na década de 20, mas após sucessivas geadas nos Estados Unidos que destruíram plantações e prejudicaram o fornecimento de suco para o mercado local, produtores brasileiros estabeleceram a indústria de suco de laranja no estado de São Paulo, na década de 60. Nas décadas seguintes, a capacidade deprodução no Brasil cresceu a ponto do país ultrapassar a região da Flórida em 1983, tornando-se o principal produtor mundial de laranjas.

Fatos históricos relevantes

A laranja foi introduzida no Brasil pelos portugueses em 1501 com intuito de criar um abastecimento de vitamina C para ser usada como antídoto do escorbuto. A adaptação da planta cítrica ocorreu de forma tão favorável quechegou a ser confundida com arvores nativa.
Cerca de 1880 cerca de 50 mil caixas de laranjas produzidas no Ceará eram exportadas anualmente para a Inglaterra. No entanto, devido ao mau estado que chegavam os frutos, as exportações foram encerradas.
Durante a segunda guerra mundial com a paralisação dos portos, a exportação da laranja in natura ficam suspensas e o Brasil sofre super oferta doproduto, portanto a Secretária de Agricultura começa a produzir o suco em hot Pack e exportar para o exercito britânico.

A laranja nos dias de hoje

Um dos setores mais competitivos e de maior potencial de crescimento do agronegócio é a citricultura. O Brasil detém 30% da produção mundial de laranja e 59% da de suco de laranja. São Paulo e Florida dominam a oferta mundial, um caso raríssimo em quese tratando de commodities agrícolas. O sistema agroindustrial citrícola movimenta R$ 9 bilhões por ano e gera mais de 400 mil diretos e indiretos. Inovações em pesquisa, tecnologia e logística estão na base da eficiência e liderança do Brasil.
O país exporta US$ 1,2 bilhão em suco de laranja, o que representa a fatia 80% do mercado mundial, cujo consumo vai crescendo a uma taxa de 2% a 4% aoano. Dois terços das exportações vão para a União Européia e 15% para os Estados Unidos. A Ásia tem grande potencial de aumento de consumo. Problemas climáticos na Flórida e doenças em geral fizeram com que os preços aumentassem mais de 40% em 2005.
Os gráficos 1.1 e 1.2 mostram que provavelmente não existe produto similar no Brasil que detenha quase 60% do total da produção mundial e mais de 80%de participação no mercado mundial.

Gráfico 1.1 – Produção Mundial em milhões de toneladas e participação.

Fonte: Elaborado pelo Pensa, a partir de dados da USDA
Gráfico 1.2 – Exportação Mundial em milhões de toneladas e participação

Fonte: Elaborado pelo Pensa, a partir de dados da USDA

Em 2009, as exportações brasileiras de laranja somaram US$ 1,61 bilhão, queda de 19% ante 2008,em meio aos preços baixos. Mas em 2010 as cotações já apontam uma recuperação com a expectativa de uma safra menor na Flórida, atingida por doenças e geada.
"Em função de melhoras de preço já verificadas, talvez possamos voltar para os níveis de 2008, quando o Brasil exportou US$ 1,99 bilhão", declarou à Reuters Lohbauer, à frente de uma associação que reúne as principais indústrias do setor.O gráfico 1.3 representa a exportação da laranja nos últimos dez anos.

O Brasil, maior exportador mundial, embarcou no ano passado 1,30 milhão de toneladas de suco (em FCOJ equivalente), pequeno aumento de 0,7% ante 2008, segundo a BR Citrus --um volume maior do que a expectativa de dezembro da associação, que apontava para os menores embarques desde 2002.
De acordo com o executivo, os...
tracking img