Ecologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1495 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Qualidade Tecnológica da Madeira

DEFEITOS

Defeitos
• Anomalias da forma do tronco da árvore, da sua seção transversal, como também da estrutura e da cor do lenho que possam reduzir, restringir ou mesmo anular a utilização da madeira.

Defeitos na forma do tronco
• Qualquer desvio da forma ideal: – Influências do local de crescimento (ação conjunta do clima, condições do terreno,temperatura, umidade, insolação, ventos, espaçamento, etc.) – Conseqüências da hereditariedade.

Defeitos na forma do tronco
• • • • • Conicidade Tortuosidade Bifurcação ou aforquilhamento Tronco sulcado Tronco com reforço basal

Conicidade
• Depende da espécie, idade da árvore, altura do tronco, etc.
• Peças serradas obtidas de troncos acentuadamente cônicos apresentam baixa resistênciamecânica, especialmente à flexão pois grande parte do tecido fibroso é separado, diminuindo a coesão natural deste.

• Sob o ponto de vista econômico: > prejuízo na produção de vigas
• Em geral, tem-se grande desperdício de madeira (costaneiras, aparas, lâminas defeituosas no início.

Tortuosidade
• Desvio permanente dos troncos da forma de uma reta; • Não permite aproveitamento do volume totaldas toras;

• Peças de madeiras oriundas de troncos tortuosos apresentarão grãs irregulares que comprometem a resistência mecânica, causam dificuldade no acabamento e provocam deformações de secagem.
• Principais causas: hereditariedade, condições de crescimento, inclinação do terreno, ação de ventos fortes, fototropismo.

Tortuosidade

Bifurcação ou Aforquilhamento
• Reduz o volumeaproveitável das toras;

• Responsáveis: desenvolvimento de brotos apicais próximos, perda repetida da gema terminal por roeduras, ataques de insetos, geadas tardias e predisposição natural a esta formação;
• Desenhos ornamentais especiais que surgem nas zonas de bifurcação em decorrência do desvio dos tecidos são procurados para fins decorativos; • A região do bifurcamento é em regra sem qualquervalor. Mas determinadas espécies são procuradas para a fabricação de faqueados com desenhos em forma de pirâmide.

Bifurcação

Bifurcação ou Aforquilhamento
• Forquilha: quando se forma dois ou mais troncos ao invés de um só.
– Medula múltipla: se o defeito ocorre junto ao solo. Causado pelo desenvolvimento de vários brotos próximos, por dano no caule ou predisposição natural; – Duplotronco: árvores que crescem separado e se fundem.

Medula Múltipla

Tronco Sulcado
• Evidenciado com o envelhecimento da árvore;

• Caracterizado por anéis de crescimento formando linhas fortemente onduladas;
• Redução material lenhoso aproveitável (desperdício na confecção de peças), redução do emprego da madeira bruta (p. ex. Desapropriada para a fabricação de laminados de madeira)

•Produz desvios na direção da grã e oscilação da massa específica.
• Distintas características de contração provocam uma larga tendência para o aparecimento de rachaduras e encanoamento.

Tronco Sulcado

Ex: Myrtaceae

Troncos com Reforço Basal
• Raízes suporte:

Troncos com Reforço Basal
• Contrafortes, raízes tabulares ou sapopemas

Defeitos na Estrutura Anatômica
• Dos anéis decrescimento • Largura irregular: ocorre quando existem variações bruscas na área de plantio da árvore ou nas condições climáticas, provocando alterações na alimentação radicular; • Deslocado: devido à ausência de séries de vasos em determinadas regiões do lenho, estas regiões crescem menos que as adjacentes; • Excêntrico: quando a medula não ocupa o centro da seção transversal do tronco; devido àforça do vento ou gravidade, o forte insolação lateral; • Ondulado: anéis de crescimento de forma ondulada entre os raios medulares.

Dos Anéis de Crescimento

Anéis de Crescimento Ondulados

Defeitos na Estrutura Anatômica
• Bolsa de resina
– Pequenas bolsas planas, cheias de resina que aparecem dentro de um anel de crescimento anual.

– Obstruem os raios e interrompem o fluxo de...
tracking img