Ecologia cognitiva

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (635 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O termo Ecologia Cognitiva, apresentado por Pierre Lévy em seu livro Tecnologias da Inteligência (1998), foi baseado nas idéias de Gregory Bateson (1991) sobre a ecologia da mente e dePierre-FélixGuattari, que também apresenta este termo em seu livro As três ecologias (1989).
A ecologia cognitiva constitui um espaço de agenciamentos, de pautas interativas, de relações constitutivas, no qual sedefinem e redefinem as possibilidades cognitivas individuais, institucionais e técnicas (MARASCHIN e AXT, 2000, p. 91). E é neste espaço de agenciamentos que são conservadas ou geradas as formas deconhecer, de aprender, de pensar, de constituirnovas tecnologias e instituições. Visto que ecologia aponta para existência de relações, interações, diálogos entre diferentes organismos, vivos ou nãovivos, enquanto a palavra cognitiva indica a relação com um novo conhecimento. Desta forma, a ecologia cognitiva deve envolver uma nova dinâmica de relações entre sujeitos, objetos e meio ambiente, quepropiciem outras formas de perceber e entender os processos de construção do conhecimento.
[editar]Relação com substâncias psicoativas
A Ecologia Cognitiva não afirma o valor social do uso positivode substâncias psicoativas. Porém, ações integradas de indivíduos e grupos a consideram como base para a argumentação contra a suposta "lógica proibicionista".
Questionável cientificamente, emboraparta da mesma problemática, é a falta de "parcialidade" relação direta com a idéia de uma "ecologia" da cognição. Confira a argumentação, abaixo:
Foram 30 anos de moratória na pesquisa sobre aspossíveis utilizações positivas das substâncias psicoativas, que os anos 60 nos ensinaram a chamar de psicodélicos. Neste período se intensificou a política de "Guerra às Drogas" (War on Drugs), que trouxetodos os efeitos negativos que a propaganda nos acostumou a imputar às substâncias em si—nunca à própria política. Apesar de ainda vivermos à sombra deste pensamento dominante, que sustenta enorme...
tracking img