Dom casmurro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3058 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Rio de Janeiro, 11 de Dezembro de 2011
TRABALHO DE SOCIOLOGIA DA LITERATURA

Machado de Assis e o Racionalismo Oitocentista:
Rio de Janeiro sob olhos de ressaca

Bruna Cristina Pereira da Silva


A proposta é, resumidamente, apresentar uma análise da obra “Dom Casmurro” de Machado de Assis por um viés sociológico – sob a perspectiva das relações sociais: a forma como se dá a interação entre ospersonagens; o contexto histórico e social; as relações de poder entre os indivíduos; –, concomitante a isso, tentar revelar uma nova ótica sobre a questão central da narrativa, a dúvida do adultério, tendo como base a composição da personagem Capitu; a mudança sofrida na forma que é retratada e no seu lugar ao longo da trama.
“encarar a realidade exterior como matéria de construção literária”Toda obra literária, assim como quaisquer obras-de-arte, nos leva a uma gama de interpretações diferentes entre si e que, de nenhuma forma, anulam-se. A proposta do presente artigo é, longe de invalidar qualquer sorte de interpretação sobre Dom Casmurro, explorar a perspectiva de uma Sociologia da Literatura sobre a obra.
Partindo-se do pressuposto que toda e qualquer forma de arte só se fazpassível de sentido dentro de uma sociedade, se faz de suma importância, nesse caso, analisar os nexos da ficção machadiana e a realidade social brasileira, da qual a ficção faz parte e só faz sentido a partir dela. O próprio Romance como um estilo de narrativa só é possível a partir do processo de individualização.
A obra, portanto, não é um retrato ou um documento da realidade de determinadasociedade à sua época, mas, como a lógica das relações sociais são inerentemente incorporadas à obra. A genialidade de Dom Casmurro foi justamente a peculiar e ironica crítica a uma estrutura social profundamente patriarcal e centrada nas desigualdades (tanto que quando desiguais se pretendem iguais acaba não dando certo).
que na verdade “a matéria substantiva” está na falta de inclinação de Bentopara uma “relação entre iguais”. Vai, assim, às raízes e às causas da “gaiola da autoridade patriarcal” que se fecha em torno de Capitu,[1] a mocinha perspicaz, esclarecida e de espírito

O narrador-protagonista encarna não apenas o indivíduo ciumento e familista às voltas com um conflito de natureza pessoal e subjetiva, mas sobretudo um tipo social ou a posição do senhorio brasileiro, autoritário earbitrário, diante das mulheres e dos pobres. Dessa maneira, esse senhor de elite figura uma espécie de “sujeito do espírito absoluto”, desimpedido de qualquer norma delimitadora, fundado que está “em um princípio imaginário de onipotência” que reproduz o predomínio da ordem social, condição essa que lhe permite dispor do outro como mercadoria.[2]
DOM CASMURRO COMO O RETRATO DE UM PATRIARCALISTA(Contextualização de Bentinho e outros personagens – por alto -
DOM CASMURRO E A CONSTRUÇÃO DA CAPITU
(importante ressaltar questões de gênero aqui; aspectos de uma narração imparcial; como dom casmurro tem problemas com relações em pé de igualdade)

CONCLUSÃO
Como as obras literárias são parte sutil e interessantes de elucidar processos sociais. A arte como mais uma leitura da realidade que nãodeixa de ser produto dela. Desconstrução da idéia da arte como autosuficiente explicativamente: mesmo que tendo suas categorias, e a sociologia não tendo direito de impô-las à obra, que tem estilo próprio, a análise das relações sociais a que se pretende a sociologia estão presentes de forma profunda nas obras.
Mesmo dentro da Sociologia da Literatura existem diversas maneiras de se analisar umaobra: tendo como referencial a recepção da obra, a biografia do autor e a centrada na codificação, através da obra, de processos sociais – sendo esta última a escolhida para ser o fio condutor deste trabalho.
Muito além de enxergar a obra literária como uma espécie de documento fiel de determinada época, mesmo que a obra assim se pretenda, a perspectiva aqui adotada visa achar o fio condutor por...
tracking img