Dogmas romanistas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1466 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ORIGEM DOS DOGMAS E INOVAÇÕES DA IGREJA ROMANA

Tendo cuidado para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo. (Colossenses 2:8)

Mas o Espírito expressamente diz que em tempos posteriores alguns apostatarão da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios,pela hipocrisia de homens que falam mentiras e têm a sua própria consciência cauterizada. (1 Timóteo 4:1,2)

Em 300 – Oração pelos mortos
Em 300 – O sinal da cruz
Em 310 – Começa a vida monástica por Antonio, de Alexandria, no Egito, mas esses primeiros monges procuravam no trabalho comum que faziam o seu próprio sustento
Em 320 – Velas de Cera
Em 370 – Principia o uso dos altares e velas,pelo fim do III século. O culto dos santos foi introduzido por Basílio de Cesárea e Gregório Nazianzeno. Também apareceu pela 1ª vez o uso do incenso e do turíbulo na Igreja Romana, pela influência dos prosélitos vindos do paganismo. Também começam a declarar a Maria Rainha do Céu
Em 375 – Veneração dos anjos e santos mortos. O uso das imagens
Em 394 – Missa como celebração diária
Em 400 –Paulino de Nóia ordena que se reze pelos defuntos e ensina o sinal da cruz feito no ar
Em 431 – Exaltação de Maria: surge o termo ‘Mãe de Deus’, cuja primeira aplicação ocorreu no Concílio de Éfeso
Em 500 – Sacerdotes começam a vestir-se de forma distinta da dos leigos
Em 526 – Extrema-unção
Em 593 – Gregório I, o Grande, origina o purgatório
Em 600 – O latim usado nas orações e cultos, impostospor Gregório I
Em 600 – Orações dirigidas a Maria, aos santos mortos e aos anjos
Em 607 – O imperador assassino, Phocas, dá ao bispo de Roma Bonifácio III, o direito de primazia universal sobre a cristandade, depois do II Concílio de Constantinopla
Em 609 – O culto à virgem Maria é obra de Bonifácio IV. E a invocação dos santos e anjos é posta como lei na Igreja Romana
Em 670 – O Papa Vitéliocomeça a celebrar as missas em latim, língua morta para o povo
Em 709 – Beijar o pé do papa. Começa com o papa Constantino
Em 758 – Cria-se a confissão auricular pelas ordens religiosas do Oriente
Em 787 – No segundo Concílio de Nicea, convocado a instâncias da infame imperatriz Irene, foi estabelecido o culto às imagens e a adoração da cruz e relíquias dos santos
Em 795 – O incenso foi postopor lei nas cerimônias da Igreja Romana por Leão III
Em 803 – Foi criada a festa da Assunção da Virgem pelo Concílio de Maguncia
Em 818 – Aparece pela 1ª vez nos escritos de Pascácio Radberto, a doutrina da transubstanciação e a missa
Em 850 – Água benta misturada com um pouco de sal e abençoada por um sacerdote
Em 884 – O Papa Adriano III aconselha a canonização dos “santos”
Em 927 – O Colégiode Cardeais é estabelecido
Em 995 – Canonização de santos mortos, pela primeira vez, pelo Papa XV
Em 998 – É estabelecida a festa aos mortos, o “dia de finados” por Odilon
Em 998 – Jejum nas sextas-feiras e durante a Quaresma
Em 1000 – A confissão auricular generaliza-se e os ministros da Igreja Romana arrogam para si o célebre “Ego te absolvo”. A missa começa a chamar-se sacrifício.Originam-se também as peregrinações, as chamadas romarias de hoje
Em 1003 – O Papa João XIV aprova a festa das almas “fiéis defuntos”. Aquela que Odilon havia criado no ano 984
Em 1059 – Nicolau II cria o clérigo dos cardeais “conclave”
Em 1074 – O Papa Gregório VII, aliás, Hildebrando, decreta obrigatório o celibato dos padres
Em 1076 – É declarada a inefabilidade da Igreja Romana pelo Papa
Em 1090– Pedro, o Ermitão, inventa o rosário, oração mecânica com contas
Em 1095 – Urbano II cria as indulgências plenárias
Em 1125 – Aparece pela primeira vez nos cânones de Leão, a imaculada conceição de Maria, porém São Bernardo de Clairvaux refutou tal idéia
Em 1164 – Pedro Lombardo enumera 7 sacramentos, enquanto que, Jesus Cristo ordena apenas dois
Em 1184 – A inquisição, instituída pelo...
tracking img