Diversos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1467 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
TRABALHO INTERDISCILINAR DIRIGIDO I
INTITUTO POLITÉCNICO – CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA

ESTUDO DO PROCESSO INDUSTRIAL E DE FABRICAÇÃO

CURSO: Engenharia de Produção Professor TIDIR: Mateus Gouvêa Sousa

Douglas Lemes Andrade, Edivane Luzia de Oliveira, Fabiano Rodrigues da Cunha, Gabriela de Jesus Reis, Helbert Neves, Isabella Celeste Moura, Janaína Marília de Souza.



1. IntroduçãoO mundo passava por grandes mudanças no século XVIII e em uma delas, surgia a Revolução Industrial. Observando os métodos de Taylor e Fayol, é possível assegurar que eles revolucionaram as formas de fabricação atuais, criando e redesenhando os processos de fabricação dos bens e serviços, acompanhando cada processo, permitindo assim, o aumento na produção e da qualidade dos produtos finais(BATALHA et al; 2008).
Ainda nesse período, percebeu-se que o processo de produção de um determinado produto era visto como sendo apenas um processo, entendido assim, como processo industrial. Após algum tempo, sob influência da tecnologia e da ciência, iniciou-se a metodologia de divisão de trabalho, o que resultou em vários processos diferentes, que culminavam em mais produtividade e mais qualidade noproduto final. Em resumo, o processo industrial é composto por vários processos de fabricação que derivam num resultado em comum (OLIVEIRA NETTO; 2006).
Ainda de acordo com a evolução dos processos de fabricação:
Ao longo dos séculos, novas invenções e descobertas foram feitas, os conhecimentos foram se avolumando, mas tudo isso acontecia, em essência, apenas por força da experiência práticade vários artesãos, que aperfeiçoavam empiricamente seus produtos ou processos, transmitindo suas técnicas de fabricação para novas gerações (BAZZO; 2008).


Portanto, o processo de fabricação é um sistema de ações que estão inter-relacionadas de forma dinâmica e que estão orientadas para transformar a matéria-prima (input) em um produto final (output). Sendo assim, a produção envolve umconjunto de recursos de input usados para transformar algo ou para serem transformados em outputs de bens e serviços (SLACK, CHAMBERS, JOHNSTON; 2009).
Já o processo industrial trata-se da interação entre os processos de logística, de fabricação, de qualidade, de desenvolvimento, administrativos e comerciais; tendo como objetivo primordial atender as necessidades internas para a confecção de umdeterminado produto ou serviço a ser prestado à sociedade e/ou a terceiros.
Conforme (SLACK, CHAMBERS, JOHNSTON; 2009 Essa referencia não é assim, verificar no livro da ABNT) nos processos industriais, a grande distinção é o controle. No entanto, não se controla aquilo que não é conhecido. Assim, a presença da medição e do controle de forma simultânea, formam um importante canal de informações, que é aforma mais eficiente de otimizar os processos, diminuir os custos de produção e avançar elegantemente o nível de qualidade dos produtos.
Assim sendo, o processo industrial, engloba todas as indústrias que estão envolvidas de alguma forma no atendimento do consumo e na demanda da população. (MACHADO, SOUZA; 2005).
Além disso, ainda é importante notar que anteriormente, a atenção se concentravasobre a infraestrutura de serviços econômicos, como transporte, energia e comunicações. Mas, esse quadro, se modificou. Recentemente, como reflexo das características dos setores motores e dos requisitos dos demais setores para absorverem as inovações que estes geram, incorporou-se como prioridades, o conjunto das instituições tecnológicas, científicas e educacionais, que produzem conhecimentos ecapacitam os profissionais para que as inovações surjam e se difundam pelo sistema industrial propriamente dito e pelos demais setores da economia (EBER; 1992).
A busca por métodos mais eficientes de fabricação sempre será o assunto principal nas indústrias, produzir mais com cada vez menos, é um desafio para pequenos e grandes (pequenos e grandes o q?) da economia. Enxergar as deficiências...
tracking img