Diversos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 39 (9616 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Este material contém dicas interessantes que pode ajudar na construção da sua resenha. Vocês deverão seguir o segundo modelo de resenha apresentado nesse texto.

BOAS FESTAS!!
FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS FACULDADE UNIPAC DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS DE MARIANA/MG MAGNA CAMPOS

GÊNEROS ACADÊMICOS:
RESENHA, FICHAMENTO, MEMORIAL E PROJETO DE PESQUISA.

Mariana, fevereiro de 2010. Fundação Presidente Antônio Carlos Faculdade Unipac de Educação e Ciências de Mariana/MG

COMO FAZER UMA RESENHA1 Profª. Msc. Magna Campos Conceitualização A resenha consiste na apresentação sucinta e apreciação crítica do conteúdo de uma obra e compreende o resumo, o comentário e a indicação de uma obra científica ou literária2. A resenha deve levar ao leitor informações objetivas sobre o assunto deque trata a obra, destacando a contribuição do autor: abordagem inovadora do tema ou problema, novos conhecimentos, novas teorias. Portanto, a resenha deve conter: – o resumo das idéias principais da obra; – uma apreciação crítica das informações apresentadas e da forma como foram expostas; – uma justificativa da apreciação realizada. O gênero textual resenha, de acordo com Alcoverde e Alcoverde(2007), assim como muitos outros gêneros, possui suas especificidades e configurações. Assim, o mero ensino da organização global de um gênero não é suficiente para fazer você chegar a uma produção adequada. Precisamos, então, levar em consideração qual o papel social de nosso texto escrito, com que propósito nos envolvemos nessa situação discursiva, o que conhecemos sobre o que vamos enunciar e qualos possíveis destinatários de nossa resenha, além de necessitar ter clareza em que veículo a resenha vai circular (jornal, revista científica, trabalho acadêmico etc). Observemos então, o propósito da resenha, as etapas de produção, as estratégias discursivas utilizadas e os recursos e mecanismos de construção que estão implicados na produção desse gênero textual. Você vai ver que osconhecimentos prévios que você acumulou ao longo de sua vida, inclusive os de ordem textual e discursiva, vão favorecer na elaboração textual.

1

Muitas vezes nos deparamos também com a expressão “resenha crítica”, que se refere ao mesmo que denominamos aqui simplesmente de resenha. 2 Podem ser resenhados filmes, peças teatrais, livros literários, livros acadêmico-científicos, artigos.

Propósitos daresenha3 A resenha de obras científicas é, em geral, feita por cientistas que, além do conhecimento especializado do tema, têm condições de emitir um juízo crítico (ou seja, juízo de valor). Quando realizada como um trabalho acadêmico, tem o propósito de exercitar a capacidade de compreensão e de leitura crítica do estudante. A resenha tornou-se importante recurso para os pesquisadores e, de ummodo geral, para as pessoas cuja atividade profissional ou de estudo requer informações sobre a produção científica, artística ou cultural em seu campo de interesse, em decorrência, principalmente, da explosão de conhecimentos característica da sociedade contemporânea. Mediante a leitura do resumo da obra e da avaliação da mesma, que a resenha possibilita, o profissional ou o estudante pode decidirsobre a conveniência ou não de ler (ou adquirir) a obra. É importante chamar a sua atenção no sentido de que há diferentes possibilidades de se elaborar uma resenha4, remetendo, portanto, a contextos de produções diferentes. Como a resenha é um gênero textual que fala sobre outro gênero textual de outro autor, é natural que haja comentários sobre a obra resenhada e sobre seu autor. Há, porém,procedimentos para que essas vozes, a do resenhista e a do autor da obra, sejam bem definidas para que o leitor saiba destacar, tanto a autoria do discurso do resenhista quanto a autoria do autor da obra resenhada.

A elaboração da resenha A resenha deve abranger um conjunto determinado de informações5, de modo a cumprir sua finalidade. Por exemplo, o resenhista dá ênfase ao seu discurso em...
tracking img