Ditadura militar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1056 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
REDEMOCRATIZAÇÃO DO BRASIL

A partir de 1983 foi criada uma Frente Partidária, que reunia os partidos: PT, PMDB, PDT, CUT e outras organizações civis, que deram início a campanha nacional pelas Diretas Já (novembro de 1983), a partis de São Paulo e se espalhando por todo o país. A campanha ganhou força a partir de 1984 com lideranças políticas importantes como:
Franco Motoro, Quércia, Lula,Ulisses Guimarães, FHC, Brizola, Arraes entre outros. Porém a Emenda Constitucional não foi aprovada pelo Congresso Nacional (Emenda Dante de Oliveira), era agosto de 1984. Mesmo assim foram formadas duas chapas para concorrer ao cargo de presidente do país, a situação tinha como candidato Paulo Maluf (PDS) e da oposição Tancredo Neves (Frente suprapartidária).
Em 15 de janeiro de 1985, o ColégioEleitoral, composto por Congressistas e delegados das Assembléias Estaduais, elegeu Tancredo Neves para presidente, tendo como vice José Sarney, tinha início à Nova República.
Na véspera de assumir a presidência em 15 de março, Tancredo adoeceu e foi internado, seu vice (Sarney) toma posse e no dia 21 de abril de 1985 Tancredo falece e Sarney torna-se presidente efetivo.


Redemocratização doBrasil (Nova República-1985 até hoje)

• Governo José Sarney (1985 – 1990):

 Transição Democrática;
 Plano Cruzado do Ministro Dílson Funaro:
 Extinção do cruzeiro, que perdia três zeros, e criação do Cruzado.
 Fim da correção monetária.
 Congelamento dos preços e salários.
 Atuação da população na fiscalização de preços, através da SUNAB e desabastecimento.
 Gatilho Salarial:correção automática dos salários sempre que a inflação atingisse 20%;
 O Governo Sarney segurou artificialmente o Plano Cruzado até a realização das eleições de 1986 (para a Assembléia Constituinte), onde o PMDB fez ampla maioria de governadores deputados e senadores;
 Plano Cruzado II, reajuste das tarifas públicas, do álcool, da gasolina e empréstimo compulsório para conter o consumo;
Decretação de Moratória (crise das contas externas); Constituição de 1988 – A Constituição Cidadã – onde vários artigos faltam ser regulamentados e que vem sendo continuadamente reformada.
 Ulisses Guimarães = Presidente da Constituinte, do Congresso Nacional e do PMDB.
 Plano Bresser do Ministro Bresser Pereira:
 Novo congelamento de preços por dois meses;
 Aumento de impostos e tarifaspúblicas;
 Extinção do gatilho salarial.
 Desgaste do governo e avanço da oposição nas eleições municipais:
 Porto Alegre – Olívio Dutra (PT),
 São Paulo – Luiza Erundina (PT),
 Rio de Janeiro – Marcello Alencar (PDT),
 Belo Horizonte – Eduardo Azeredo (PSDB).


 A inflação atingia 30% ao mês.
 Prorrogação do mandato presidencial, pelo Congresso Nacional, por mais um ano, graças a“compra” de parlamentares através da distribuição de concessões de canais de rádio e TV;
 Plano Verão do Ministro Maílson da Nóbrega:
 Corte no gastos públicos,
 Criação do Cruzado Novo,
 Ajuda do FMI.
 Superinflação: 54% em dezembro de 1989 e 84% em fevereiro de 1990.


 Eleições Diretas para a Presidência da República:
Fernando Collor de Melo X Luis Inácio “Lula” da Silva(PRN) (PT)


• Governo Fernando Collor (1990 – 1992):
 Plano Collor ou Brasil Novo da Ministra Zélia Cardoso de Mello:
 Instituição do Cruzeiro,
 Congelamento de preços e salários,
 Confisco das contas correntes, poupanças e aplicações do que excedesse 50 mil cruzeiros que seriam devolvidos em 18 meses.
 Início efetivo no Brasildo neoliberalismo:
 Livre negociação salarial.
 Abertura do mercado nacional aos produtos importados.
 Início da privatização de estatais, começando pela Usiminas.
 Corrupção – Caso PC Farias:
 Passeatas contra o governo: caras-pintadas.
 CPI e pedido de impeachment.

 Renúncia de Fernando Collor.

• Governo Itamar Franco (1992 – 1994):
 Assumiu como vice-presidente;
...
tracking img