Direito

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 342 (85267 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Samuel Sagan
O Despertar
da Visão Interior
[pic]
Clairvision ™
P.O. Box 33, Roseville NSW 2069, Australia
www.clairvision.org
info@clairvision.org
Título original: Awakening the Third Eye (Second Edition)
© Copyright Clairvision School Foundation 1992, 1997, 1999

Índice


Índice 1

Introdução 8

Capítulo 1 Princípios e Método do Trabalho 10

1.1 Não force, não concentre,apenas esteja ciente. 10

1.2 Nenhuma visualização criativa, nenhuma imaginação, só estado de consciência. 10

1.3 Confie em sua experiência 11

1.4 Não analise durante uma experiência 11

1.5 Proteção psíquica 11

1.6 Pratique, pratique, pratique... 12

1.7 Por que adiar? 12

1.8 Brinque com as técnicas 12

1.9 Permaneça relativo 12

Capítulo 2 Os mistérios dalaringe 13

2.1 Respirando com fricção na garganta 13

2.2 Objetivos e efeitos da técnica 15

2.3 Os mistérios da laringe 16

2.4 Abelhas zunindo 19

Capítulo 3 Despertando o Terceiro Olho 20

3.1 O que é o terceiro olho? 20

3.2 Conselho preliminar para a primeira prática de abertura 20
Preparação 20
Fase 1 21
Fase 2 21
Fase 3 21
Fase 4 22
Fase 5 22Fase 6 23
Dicas, truques e armadilhas 23

Primeira abertura, sinopse da prática 23

3.3 Várias experiências 23

3.4 Experiência de referência 24

3.5 Se você não está sentindo nenhuma vibração 25

3.6 Mais sobre o terceiro olho 25

3.7 Meditação do terceiro olho 26
Preparação 27
Meditação fase 1: a laringe de energia 27
Meditação fase 2: vibração no olho27
Meditação fase 3: luz no olho 27
Meditação fase 4: consciência no espaço 28
Meditação fase 5: girando no espaço 28
Dicas, fase 1 (vibração na laringe) 29
Dicas, fase 2 (vibração no olho) 29
Dicas, fase 3 (luz no olho) 29
Dicas, fase 4 (o espaço) 30
Dicas, fase 5 (o vórtice) 30
Pensamentos durante meditação 30
Sinopse da meditação do terceiro olho 30Prática 3.8 Mais zumbido 31
3.9 Como organizar sua prática 31
3.10 Os mistérios do espaço 31

Capítulo 4 Circulações Energéticas: Deixe Fluir! 33

4.1 Circulações Energéticas 33

Prática 4.2 Tremor de conecção 33

Pratique 4.3 Conectar esfregando 35

4.4 Vibração = Etérico 36

4.5 Conselhos gerais quanto ao trabalho nos meridianos 36

4.6 Shou Jue Yin, "MeridianoConstritor do Coração" 37

4.7 Shou Shao Yin, "Meridiano do Coração" 38

4.8 Shou Tai Yin, "Meridiano do Pulmão" 39

4.9 Mais detalhes sobre os caminhos dos meridianos 39

4.10 Os diferentes níveis de percepção de circulação de energia 39

Pratique 4.11 40

4.12 Liberando energias negativas 40

Pratica 4.12 41

Capítulo 5 Visão 44

5.1 O caminho dos videntes 445.2 Quanto às práticas de contacto visual 44

5.3 Reconexão com o espaço 46

Pratique 5.4 Foco no olho e o "estado de visão" 46

5.5 Para terminar qualquer prática de contacto visual 47

5.6 Piscar ou não piscar 49

5.7 Algumas experiências comuns ao praticar contacto visual 49

5.8 O que fazer com suas experiências 51

5.9 Vigiando o apego da mente 51
Pratiquecontacto visual como descrito na seção 5.4: 51

5.10 agarrar é a natureza da mente 52

5.11 Qual estado de percepção é o alterado? 52

5.12 Clímax Atlantido 53

5.13 Contacto visual, técnica completa: 54

Capítulo 6 Circulação Energética 2 55

6.1 O trabalho no corpo etérico 55

6.2 Zu Shao Yang, Meridiano da “Vesícula Biliar” 55

6.3 A completa técnica decirculação energética em um meridiano 56
Dicas 56

6.4 Variação sem esfregar 57

Prática 6.5 O som da vibração 57
Dicas 57

6.6 Zu Tai Yang, Meridiano da “Bexiga Urinária” 58

Prática 6.6 58

Intermezzo: O Cosmo em suas Mãos 58
Prática 6.7 Posicionamento das mãos para modificar a energia da palma 58
Fase 1: Pendurar/Descansar 58
Fase 2: Palmas para cima, Palmas...
tracking img