Direito

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5343 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
CAPITULO 8

Meio Ambiente e Saneamento do Meio

AÇCÕES SIMPLES PARA CONTROLAR O MEIO AMBIENTE QUE TANTA INFLUÊNCIA TEM SOBRE A SAÚDE DA COMUNIDADE FAZEM PARTE DOS CUIDADOS DE SAÚDE PRIMÁRIOS E PORTANTO DAS ACTIVIDADES DE UM CENTRO DE SAÚDE.

8.1 Algumas Definições

Saúde Ambiental: Ciência que relaciona a saúde humana e os seus determinantes ou factores de risco (naturais, sociais,económicos) com vista a melhorar a qualidade de vida do ser humano de uma forma sustentável.

Meio Ambiente: Significa tudo que nos rodeia;
- o ar, a água
- a aldeia com as casas, quintais, ruas, árvores, fontes de água e animais
- os arredores da aldeia com as machambas, as montanhas, os rios e as florestas

Higiene Ambiental: Todas acções levadas a cabo no sentido de tornar limpo omeio que nos rodeia.

Saneamento: Significa melhorar, conservar, eliminar.

Saneamento do meio: Significa o tratamento das condições do meio que nos rodeia e da nossa vida e como podemos melhorar a nossa saúde.
- como podemos melhorar e conservar o nosso meio ambiente
- como podemos eliminar do nosso meio ambiente o que nos molesta e o que prejudica a nossa saúde, por exemplo a águaestagnada, o lixo, as fezes humana e dos animais.

8.2 Fica portanto óbvio que é preciso ter o conhecimento da área de saúde, tarefa que deve ser levada a cabo assim que chegue a uma nova unidade sanitária. No entanto a atenção deve ser dirigida aos seguintes aspectos:






8.2.1. Agua potável para o consumo humano


A água é um bem essencial para a vida; sem ela não nos alimentamos,não cozinhamos os nossos alimentos, não fazemos a nossa higiene individual ou colectiva. A falta da água traz consigo consequências directas como a desidratação ou indirectas como as doenças diarreicas ou ainda a propagação das
doenças da pele por má higiene individual.
Será importante que as instituições educacionais, unidades sanitárias e fabricas de géneros alimentícios incluindo as deengarrafamento da agua tenham kits para o controlo regular da qualidade da água.

[pic]







Técnico de saúde ambiental e saneamento do meio terá tarefa de :

- Visitar as fontes de captação e de abastecimento de água, avaliando as actividades que ocorrem e os factores de risco ambientais ao redor, como por exemplo moscas, baratas, ratos e outros vectores. Se as cisternas e tanques estãolimpos, fechados e protegidos contra contaminações humanas, animais e do próprio solo.


- Verificar se as fontes de captação de água sejam elas poços, furos ou rios estão longe de fontes de contaminação como latrinas ou estábulos de animais.

- Caso a água seja captada no rio, o técnico deve observar se a boca do tubo de captação encontra-se protegida da entrada de peixes, serpentes,insectos ou outros animais.

- Em todas as fontes de captação de água deve-se controlar as características que determinam a qualidade como: temperatura da água, devendo esta ser constante em todas as estacões, limpidez, caudal, sabor, ausência de germes patogénicos ou de sinais de contaminação química e bacteriológica.

- No caso das fontes de captação de água serem poços, deve-se observar adistância em que os poços se encontram das latrinas, estrumeiras, lavadouros mais próximos, devendo ser não menos do que 30 metros e de preferência sempre a um nível acima (a montante) dos mesmos.

- Verificar também se os poços estão protegidos internamente de preferência com uma cintura de betão pelo menos de 1-2 metros de profundidade no lençol de água, e externamente, de argila. Ver ainda se ospoços têm uma calçada de protecção contra contaminações e infiltrações ( os primeiros 30 metros devem estar bem protegidos com betão), pois a água dos poços é sempre suspeita.

- Se o sistema de distribuição de água envolve um sistema de canalização, é preciso ver se os canais ou tubos são enterrados ou exteriores, e se garantem a conservação da pressão, evitando fendas que possam facilitar...
tracking img