Direito

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (273 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SR. JUIZ DE DIREITO DA 5ª. VARA CRIMINAL DE NITERÓI.









ANACLETO DA SILVA, brasileiro, solteiro, mecânico, Identidade. n. 55.555.555-3, CPF n.66-66.666.66-66,Residente na Rua Adamastor, nº 15 Centro- Niterói. CEP: 22222-222, testemunha arrolada pelo MP no processo 2000/2011, vem, respeitosamente à presença de VossaExcelência, tempestivamente, interpor rese, e desde já requerer se digne RECONSIDERAR a r. decisão negada, ou se esse não for o entendimento de Vossa Excelência, que receba comoRECURSO EM SENTIDO ESTRITO, nos termos do artigo 581, IV, do Código de Processo Penal, apresentando desde logo as razões do inconformismo.








Termos em que
PedeDeferimento



Niterói, 11 de Outubro de 2012.

_______________________________

Advogado 171 OAB/RJ

RAZÕES DE RECURSO

EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DENITETÓI.




O Recorrente, não se conformando com a decisão proferida vem, respeitosamente, à honrosa presença de Vossas Excelências, impugnar que se dignem de REFORMAR a r.decisão, pelas razões de fato e de direito que passa a expor:



I- DOS FATOS


Segundo a denúncia,do SR. Mario Roberto, eu atingi a honra dele sem provasofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Acusando-me de ter cometido o crime de injúria, conforme art 140 do CP.


II- DO DIREITO


A denúncia não pode ir em frente umavez que não corresponde com a verdade dos fatos.

O Ministério Público utiliza-se como meio de prova o meu depoimento pessoal, tendo estes fatos e depoimentosinconsistentes e vagos.
Fica claro que o recorrente não tinha a intenção de ofender e nem atingir a honra do Sr. Mário. O depoimento foi prestado sem nenhuma intenção de ofensa.
tracking img