Direito

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2729 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Departamento de Ciências Sociais e Jurídicas – Ensino Social Cristão - NS 3310 – 2010

Profa. Marli Pirozelli N. Silva
Prof. Rafael Marcoccia

-------------------------------------------------

-------------------------------------------------
A empresa e a subsidiariedade

1. INTRODUÇÃO: Explique os conceitos relativos ao Ensino Social Cristão.

1.1. Princípio Personalista.
1.2. PrincípioSolidariedade.
1.3. Princípio Subsidiariedade
1.4. Princípio Bem Comum.

2. PESQUISA DE CAMPO: visita a uma empresa. Apresentação de um projeto da empresa de responsabilidade social relacionado com o princípio de subsidiariedade.

2.1. Dados da empresa: nome, endereço, estrutura.
2.2. Características: serviço oferecido, capacidade, funcionários (número, qualificação e regime de trabalho),clientela.
2.3. Plano: Missão, valores, objetivos; projeto de responsabilidade social.
2.4. Apresentação do projeto: nome, número de pessoas envolvidas, objetivo, descrição de serviço e atuação, importância para a empresa, pessoas diretamente beneficiadas, duração, histórico, planejamentos futuros.

3. Análise: Relação do projeto com a subsidiariedade.

3.1. Relacionar pontos fundamentais do projeto daempresa que possam ter similaridade com a subsidiariedade, defendida pelo Ensino Social Cristão.
3.2. Estabelecer os possíveis limites do projeto, insuficiências, discrepâncias, desacordos, com a subsidiariedade.
3.3. Sugestões para o avanço do projeto.

4. APRESENTAÇÃO:

4.1. Indicar bibliografia utilizada na introdução e entregar trabalho escrito segundo normalização da ABNT (Consultar manual detrabalhos acadêmicos na biblioteca – não é necessário capa dura).
4.2. Apresentação de dez minutos, em PowerPoint, das conclusões do projeto (Ponto 3 deste roteiro)

Personalismo: Para Além do Capitalismo e do Marxismo

A uma série de correntes filosóficas da contemporaneidade, cujo ponto em comum é a defesa da pessoa entendida como um valor supremo, denomina-se: Personalismo. O seu principalrepresentante é Emmanuel Mounier. Figura de destaque do personalismo italiano é L. Stefanini (1891-1956), directamente entroncado na tradição augustiniana, autor de uma obra intitulada Metafísica da Pessoa. Podem ser considerados personalistas, embora, sendo existencialistas, M. Bondel e Gabriel Marcel, filósofo francês, do qual destaco o seguinte pensamento: “Toda a família realmente viva segregaum certo ritual sem o qual se arrisca a longo prazo a perder o seu convívio secreto”.

Emmanuel Mounier (1905-1950) é uma figura destacada do personalismo cristão europeu que confere ao homem um valor absoluto enquanto pessoa. O personalismo define-se como a atitude filosófica que reconhece a importância da pessoa, que considera a pessoa como princípio oncológico e, portanto, faz dela umprincípio fundamental para a explicação da realidade. A ideia central do pensamento personalista caracteriza-se pela pessoa na sua inobjectibilidade (o homem não consiste num simples conjunto de matéria), inviolabilidade, liberdade, criatividade e responsabilidade de pessoa com alma encarnada num corpo, situada na história e constitutivamente comunitária. O personalismo, ao contrário do capitalismo,separa a pessoa das máquinas, pois o sentido da sua existência é muito maior do que a necessidade do trabalho; apesar dessa satisfação e realização no acto laboral ser importantíssima para a pessoa. O personalismo, distanciando-se do marxismo, também separa a pessoa das instituições, pois antes do cidadão fazer parte de um qualquer grupo é uma pessoa na sua personalidade, por isso, a sua mente é únicae peculiar, o que impossibilita que o seu querer e as suas ânsias particulares sejam satisfeitas com as vontades impostas por grupos.

O personalismo americano mostra-se em geral vinculado a posições filosóficas idealistas. Nalguns filósofos trata-se de um idealismo absoluto, de tipo hegeliano, em cujo caso seria possível falar de um personalismo absoluto: o princípio último explicativo da...
tracking img