Direito

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 47 (11686 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A cabeça de

Steve Jobs

A cabeça de

Steve Jobs
Leander Kahney

Tradução Maria Helena Lyra Carlos Irineu da Costa

Título original Inside Steve’s Brain

Copyright da tradução © 2008, Agir Editora Copyright © 2008, Leander Kahney Publicado em concordância com o Portfolio, selo do Penguin Group (USA) Inc.
Capa e projeto gráfico Tita Nigrí Preparação de originais e revisão técnicaCarlos Irineu da Costa Revisão Taís Monteiro Produção editorial Maíra Alves

CIP-Brasil. Catalogação-na-fonte. Sindicato Nacional dos Editores de Livros, RJ. K18c Kahney, Leander, 1965A cabeça de Steve Jobs / Leander Kahney; [tradução Maria Helena Lyra]. – Rio de Janeiro: Agir, 2008. Tradução de: Inside Steve’s brain Inclui índice ISBN 978-85-220-0977-0 1. Jobs, Steven, 1955-. 2. Apple Computer,Inc. – Administração. 3. Computadores – Indústria – Estados Unidos. 4. Homens de negócios – Estados Unidos – Biografia. I. Título. CDD: 923.3 CDU: 929:330

08-3911

Todos os direitos reservados à AGIR EDITORA LTDA. – Uma empresa Ediouro Publicações S.A. Rua Nova Jerusalém, 345 – CEP 21042-235 – Bonsucesso – Rio de Janeiro – RJ Tel.: (21) 3882-8200 fax: (21) 3882-8212/8313

Para meusfilhos, Nadine, Milo, Olin e Lyle; minha esposa, Traci; minha mãe, Pauline; e meus irmãos, Alex e Chris. E para Hank, meu querido velho pai, que foi um grande fã de Steve Jobs.

Sumário
Introdução Capítulo 1 Foco Capítulo 2 Despotismo Capítulo 3 Perfeccionismo Capítulo 4 Elitismo Capítulo 5 Paixão Capítulo 6 Espírito inventivo Capítulo 7 Estudo de caso Capítulo 8 Controle total Como dizer “não”salvou a Apple O grupo de foco de um só homem da Apple Design de produtos e a busca da excelência Contrate apenas atores nota 10, demita os idiotas Deixando uma marquinha no universo De onde vem a inovação? Todas as coisas reunidas para criar o iPod A coisa toda Agradecimentos Notas Índice remissivo 9 19 45

67

101

139

161

203

221 248 249 257

“A Apple tem alguns ativosextraordinários, mas acredito que sem um pouco de atenção a companhia poderia... poderia... poderia — estou procurando a palavra certa — poderia, poderia... morrer.”
— Steve Jobs em seu retorno à Apple como CEO interino, na Time, 18 de agosto de 1997

Introdução
Steve Jobs passa quase tanto tempo pensando nas embalagens de papelão de seus gadgets quanto nos próprios produtos. Não é uma questão de gostoou de elegância — embora isso também faça parte. Para Jobs, o ato de tirar um produto de sua caixa é uma parte importante da experiência do usuário e, como tudo o mais que ele faz, é pensado com muito cuidado. Jobs vê a embalagem como uma ajuda para apresentar uma tecnologia nova e desconhecida aos consumidores. Por exemplo, o Mac original, lançado em 1984. Naquela época, ninguém jamais haviavisto algo semelhante. Era controlado por aquela coisa estranha que apontava — um mouse — e não por um teclado, como os PCs antes dele. Para familiarizar os novos usuários com o mouse, Jobs fez questão de que ele fosse embalado separadamente, em um compartimento próprio. O fato de forçar o usuário a desempacotar o mouse — a pegá-lo e conectá-lo — iria torná-lo um pouco menos estranho quando tivesseque usá-lo pela primeira vez. Até hoje, Jobs vem planejando cuidadosamente esta “rotina de desempacotamento” para cada um dos produtos da Apple. A embalagem do iMac foi projetada para tornar óbvio como conectar a máquina à internet, e recebeu uma inserção de poliestireno especialmente desenhada para servir também como apoio para o fino manual de instruções. Assim como a embalagem, Jobs controla cadaum dos demais aspectos da experiência do consumidor — dos anúncios na TV, que aumentam o apelo dos produtos da Apple, às lojas de varejo com aparência de museus onde os clientes compram suas máquinas; do software fácil de usar do iPhone às lojas virtuais de música iTunes que o enchem de canções e de vídeos. Jobs é um fanático por controle fora do comum. É também um perfeccionista, um elitista...
tracking img