Direito

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3604 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Plano de Aula: 11 - Introdução ao Estudo do Direito
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO
Título
11 - Introdução ao Estudo do Direito
Número de Aulas por Semana
2
Número de Semana de Aula
11
Tema
Relação Jurídica
Objetivos
• Fornecer ao aluno o campo das relações sociais comuns e jurídicas;
• Discorrer sobre as diversas concepções acerca das trocas intersubjetivas;
•Introduzir o entendimento do conceito de relação jurídica e dos seus elementos constitutivos essenciais;
• Discorrer sobre as diversas espécies de relações jurídicas;
• Introduzir o entendimento da classificação de relação jurídica quanto ao sujeito, ao objeto, ao fato jurígeno e ao vínculo.
Estrutura do Conteúdo
1. Relação Jurídica
1.1. Conceito e distinções;
1.2. Elementos da relação jurídica(sujeitos, objeto e vínculo jurídico ou de atributividade).

2. As Espécies de Relação Jurídica
2.1. Relações jurídicas abstratas e concretas;
2.2. Relações jurídicas simples e complexas;
2.3. Relações jurídicas principais e acessórias;
2.4. Relações jurídicas públicas e privadas;
2.5. Relações jurídicas pessoais, obrigacionais, reais;
2.6. Relações jurídicas absolutas e relativas;2.7. Relação jurídica de direito material e de direito processual.


GOMES, Orlando, Evaldo Brito - atualizador. Introdução ao Direito Civil. 19. ed. Rio de Janeiro: Forense, 2007 - ISBN 8530925823

Nome do capítulo: A Pessoa Física
N. de páginas do capítulo: 10

REALE, Miguel. Lições preliminares de direito.27. ed. 8ª tiragem. São Paulo: Saraiva, 2009.

Nome do capítulo: CapítuloXVII – Da Relação Jurídica
N. de páginas do capítulo: 14
Este conteúdo deverá ser trabalhado ao longo das duas aulas da semana, cabendo ao professor a dosagem do conteúdo, de acordo com as condições objetivas e subjetivas de cada turma.

Segue abaixo um breve resumo sobre a exposição do conteúdo, como sugestão ao professor:

Relação Jurídica
A vida em sociedade cria uma multiplicidadede relações, reunindo os homens em diversas instituições, cada uma delas com finalidade específica: a religião, o comércio, sindicatos, associações, entidades esportivas, partidos políticos, clubes sociais etc.. Todas dispõem de estatutos, regulamentos, normas. Isso existe em todos os setores da vida em comum, e a essa convivência harmônica dos homens, nos diversos segmentos em que se divide esubdivide a sociedade, chama-se ordem social, que surge, naturalmente, em decorrência das relações humanas.
São inúmeras e complexas as relações estabelecidas entre os indivíduos que integram a sociedade. E como se não bastasse que assim fosse, a cada dia, a cada momento, novas situações surgem, trazendo sempre a possibilidade de conflitos incomuns e, em consequência, ameaçando a harmonia, a paz,enfim, da coletividade.
Cada um de nós está o tempo todo comunicando-se, relacionando-se, principalmente porque vivemos em sociedade, este é um fenômeno de interação, ou de inter-relação necessária, da qual não podemos escapar.
São relações intersubjetivas e que se tornam sociais, e o conjunto dessas relações é que forma a sociedade. Estas relações sempre estão submetidas a algum tipo de norma, masnão necessariamente a jurídica. São ligadas à moral, às normas religiosas ou aos usos e costumes sociais (regra de etiqueta, ou trajes etc.).

RELIGIOSA

MORAL

SOCIEDADE

RELAÇÃO JURÍDICA
As relações jurídicas são as ligadas às normas jurídicas; a relação jurídica é um vínculo que une duas ou mais pessoas, cuja relação se estabelece por fato jurídico, cuja amplitude relacional éregulada por normas jurídicas, que operam e permitem uma série de efeitos jurídicos.


SOCIAL

RELAÇÕES

PROFISSIONAL

SENTIMENTAL

1. Conceito
Assinala José Tavares que
toda a vida social é invadida e dominada pelo direito, nas suas mais humildes como nas suas mais solenes manifestações, sendo infinitas as relações que ele origina e disciplina, quer essas...
tracking img