Dicas de portugues

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1199 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
DICAS DE PORTUGUÊS


Sem-Terra ou Sem-Terras

Nas frases:
1) Os sem-terras invadiram a fazenda.
2) Os sem-terra invadiram a fazenda.


Sabemos que sem funciona como prefixo, assim invariável, terra(s) é um substantivo que varia de acordo com seu determinante que no caso é o artigo Os, assim a frase correta é a primeira: Os sem-terras...


Se não ou Senão

Se nãoequivale a expressão se por acaso não.
Veja o exemplo:
A reunião será amanhã, se não ocorrer nenhum imprevisto.

Senão equivale a expressão caso contrário.
Veja o exemplo:
Espero que amanhã Antonela venha, senão ficarei carente.



A princípio ou Em princípio
Observem:
A princípio: tem sentido de inicialmente.
Em princípio: tem sentido de em tese.


Vejamosos exemplos:
A princípio penso que o trabalho não dará certo. (Inicialmente penso que...)
Em princípio o trabalho irá dar certo. (Em tese o trabalho...)


Por que / porque / porquê / por quê
• Utilizamos por que (separado) quando equivale a pelo qual e flexões. Trata-se, aqui, da preposição por seguida do pronome relativo que.
Vejamos o exemplo:
Aquele é o carro por que Cristiane seinteressou.

• Também temos por que quando depois dessa expressão vem escrita ou subentendida a palavra razão. Neste caso temos a preposição por seguida do pronome interrogativo que. Acentua-se quando ocorre no final da frase.
Vejamos os exemplos:
Por que razão ele não veio?
Não sei por que ela desapareceu.
Ela atrasou por quê?


• Utilizamos porque (junto e sem acento) quando se trata de umaconjunção explicativa ou causal. Observamos, geralmente, sua utilização com equivalência a pois.
Vejamos o exemplo:
Não veio porque estava ocupada.


• Utilizamos porquê (junto e com acento) quando se trata de um substantivo. Nesse caso, vem precedido de artigo ou de uma palavra que o determine.
Vejamos o exemplo:
Não entendo o porquê da discussão.


Há ou A
• Utilizamos há para opassado. (equivale a faz)
Vejamos o exemplo:
Há cinco anos que ele não vence um torneio.

• Utilizamos a para o futuro.
Vejamos o exemplo:
Ela retornará daqui a um mês.

Melhor ou Mais bem

Nas frases:
1) O almoço de hoje está mais bem preparado que o de ontem.
2) O almoço de hoje está melhor preparado que o de ontem.


Vejamos:
Se trocarmos o particípio do verbopreparar pelo particípio de fazer teremos o particípio feito. Neste caso não se diz melhor feito e sim mais bem feito, deste modo a frase correta é a primeira, pois antes de verbo no particípio empregamos mais bem e nunca melhor.


Aonde / Onde

• A expressão aonde é utilizada com os verbos que exprimem idéia de movimento. Equivale a para onde.
Vejamos o exemplo:
Aonde você vai?


• Aexpressão onde é utilizada com os verbos que não exprimem movimento e neste caso tem-se a idéia de localidade.
Vejamos o exemplo:
Onde você mora?


Este caso é seriíssimo!!!

• Há uma particularidade na forma absoluta sintética do adjetivo sério.
Observe:
A forma correta é: seriíssimo e não seríssimo. Há uma duplicação da vogal i. Isso ocorre porque nos adjetivos terminados emio antecedidos de consoantes existe esta duplicação de vogal. Mesmo caso ocorre com o adjetivo frio, sua forma absoluta sintética é friíssimo e não fríssimo.




Cessão / sessão / secção / seção

• Cessão é o ato de ceder, o ato de dar.
Vejamos o exemplo:
A cessão do terreno para a igreja agradou os fiéis.

• Sessão é o intervalo de tempo que dura uma reunião, um evento, etc.Vejamos o exemplo:
Assistimos a uma sessão de cinema.


• Secção e seção significam a mesma coisa. Parte de um todo, subdivisão ou segmento.
Vejamos o exemplo:
Arnon leu a notícia da secção (ou seção) de esportes.



Acerca de / Há cerca de

• Acerca de é uma locução prepositiva. Equivale a a respeito de.
Vejamos o exemplo:
Falávamos acerca de uma melhor proposta financeira.


• Há...
tracking img