Diatomitos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5227 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de fevereiro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE DE CIÊNCIAS DA UNIVERSIDADE DE LISBOA DEPARTAMENTO DE GEOLOGIA
Geologia Aplicada e do Ambiente

Foto 1 – Diatomáceas e um Diatomito

Recursos Minerais não Metálicos

Recursos Minerais não Metálicos 2005 -2006

ÍNDICE
RESUMO OBJECTIVOS ENQUADRAMENTO GEOGRÁFICO ENQUADRAMENTO GEOLÓGICO INTRODUÇÃO Apresentação Introdução O que é um Diatomito? O que é uma Diatomácea? Aplicações epropriedades Jazidas de Portugal Reservas portuguesas PROCEDIMENTOS Obtenção de amostras Determinação da Densidade, porosidade e Absorção de Água Determinação da fracção de Areia Separação de Diatomáceas Determinação da Absorção de Água e Óleo pelo Método de Westinghouse Calcinação RESULTADOS CONCLUSÕES BIBLIOGRAFIA página 2 página 2 página 3 página 4 página 6 página 6 página 6 página 6 página 7página 7 página 9 página 11 página 12 página 12 página 12 página 13 página 15 página 15 página 17 página 18 página 19 página 19

Recursos Minerais não Metálicos 2005 - 2006

1

RESUMO
Este trabalho vem a confirmar resultados obtidos por estudos feitos ao longo dos tempos pela necessidade de aplicação dos Diatomitos na Indústria. Estes Diatomitos de Rio Maior podem ser classificados comoverdadeiros Diatomitos e podem ser aplicados sem qualquer restrinção em todo o tipo de indústria, quanto à baixa fracção de areia mas sabendo que ocorrem algumas inclusões de óxidos de ferro nomeadamente, nas amostras NM 2-2-1 e NM 2-2-2, explicada pela sua tonalidade creme após a calcinação. Obtivemos valores coerentes em todas as características por nós estudadas, como seria de esperar, sendo quetemos valores para a densidade em média de 0.7 g/cm3, e para a porosidade valores de 70%. Para a absorção de água/óleo os valores excedem largamente o peso natural das amostras.

OBJECTIVOS
Este trabalho está inserido no âmbito da disciplina de Recursos Minerais não metálicos onde foi proposta a resolução de um trabalho envolvendo o estudo e a classificação de Diatomitos, através da suamanipulação em laboratório e posterior análise de dados. Para tal foi efectuada uma saída ao campo, em Rio Maior, para recolha de amostras, a partir das quais determinamos os seguintes parâmetros: densidade, porosidade, absorção de água e óleo pelo Método de WestingHouse e calcinação. Foi também efectuada uma separação de Diatomáceas para a sua observação ao microscópio e classificação.

Recursos Mineraisnão Metálicos 2005 - 2006

2

ENQUADRAMENTO GEOGRÁFICO
Integrado numa zona apelidada de "Estremadura Ribatejana", o concelho de Rio Maior situase numa área de transição onde as influências do Ribatejo e do Litoral se misturam. Abrange uma área de 277,4 km2 com altitudes inferiores a 500 m, salvo raras excepções. As várias linhas de água que percorrem o seu território constituem uma densarede hidrográfica da qual se destaca o rio Maior que deu nome à localidade e concelho. O Norte do concelho, delimitado pela Serra dos Candeeiros, apresenta um variado número de grutas e algares naturais. Para Sul são mais evidentes as planuras e consequentemente, as influências ribatejanas. Rio Maior situa-se no centro do País, a 80 km de Lisboa, 30 km de Santarém e 20 km de Caldas da Rainha.Pertence à Região de Turismo do Oeste e, administrativamente, é um dos concelhos do Distrito de Santarém. A zona Norte do concelho integra-se na área protegida do Parque Natural das Serras d’Aire e Candeeiros, da qual também fazem parte as Salinas de Rio Maior.

Fig.1 – Enquadramento geográfico do Concelho de Rio Maior

Recursos Minerais não Metálicos 2005 - 2006

3

ENQUADRAMENTO GEOLÓGICO
Ageologia e morfologia da região de Rio Maior são constituídas por 4 zonas principais: Na zona ocidental da região encontramos vale tifónico de Caldas da Rainha No centro existe o sinclinal de A-dos-Francos A Este ocorre a Serra dos Candeeiros A Sudeste observa-se a Bacia tectónica de Rio Maior.

Existem como formações dominantes, no local em estudo, as seguintes litologias do topo para a...
tracking img