Desenvolvimento economico local- unopar 1 periodo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 26 (6355 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]























































































SUMÁRIO


1. INTRODUÇÃO...............................................................................................................3


2.Desenvolvimento..................................................................................................13


3. Concusão..............................................................................................................14


4. Referencias...........................................................................................................15


5.Atividade...............................................................................................................15
INTRODUÇÃO


A ideia de criar uma Tecnópole surgiu da necessidade de buscar uma nova vocação para a cidade de Petrópolis que, desde meados do século XX, assistia ao seu esvaziamento econômico provocado pelo fechamento de inúmeras indústrias do setor têxtil, tradicional base econômica do município.Tecnopolo é um centro que reúne, num mesmo lugar, diversas atividades de (alta tecnologia), pesquisa e desenvolvimento, empresa e universidade, centros de pesquisa, etc. que facilitam os contatos pessoais entre esses meios, produz efeito de sinergia de que podem surgir inovações técnicas e novas ideias. Os Tecnopolos concentram grande quantidade de mão-de-obra altamente qualificada.Ligados à 3ª revolução industrial, os Tecnopolos representam hoje, o que as grandes regiões industriais representavam na 1ª revolução industrial. Os Tecnopolos têm como objetivo a criação e melhoramento de produtos e técnicas. Estes produtos e técnicas serão, por sua vez, absorvidos pela indústria.

Os Tecnopolos são originários dos EstadosUnidos, quando a Universidade de Stanford, na Califórnia, criou o Silicon Valley e têm espalhando-se em outros lugares como Europa e Japão. Podemos considerar Tecnopólis (cidades Tecnopolos): Tsukuba (Japão) e Campinas (Brasil).

Os Tecnopolos geralmente se organizam ao redor de universidades, que recebem subsídios do governo e de companhias privadas. Junto dasuniversidades surgem centros de pesquisas (sejam eles particulares ou governamentais), empresas e indústrias de ponta.
A primeira iniciativa para a construção de um pólo de tecnologia foi à criação do curso de Ciência da Computação da Universidade Católica de Petrópolis (UCP) em 1984, tendo seu reconhecimento ocorrido em 1991 – Portaria N° 18459.
Em1987 foi criada a Fundação Parque de Alta Tecnologia de Petrópolis (FUNPAT) objetivando fomentar o desenvolvimento científico e tecnológico da região.
No ano de 1988 foi a vez da Fundação Cultural Dom Manuel Pedro Cunha Cintra se instalar oficialmente na cidade. A Fundação busca desenvolver e aplicar tecnologias, bem como posicionar as já existentes nas diversas áreasdo saber, visando o aprimoramento das empresas e da sociedade, na busca do desenvolvimento contínuo.
No início de 1998, o Sistema FIRJAN (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro) e o SEBRAE-RJ (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) contrataram os serviços do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV) para fazer o"Estudo das Potencialidades Econômicas e Competitividade das regiões do Estado do Rio de Janeiro".
Em junho do mesmo ano, a FGV fez a entrega dos estudos das oito regiões do Estado do Rio, entre elas o da Região Serrana, que engloba os municípios de Petrópolis, Areal, Comendador Levy Gasparian, Paraíba do Sul, São José do Vale do Rio Preto, Sapucaia, Teresópolis e...
tracking img