Desenvolvimento agricola!

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3564 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
DESENOLVIMENTO

AGRICOLA NO

BRASIL.

Nome:Wellington Henrique Almeida Carvalho

Nº:25 Série:1ºEmB

SUMÁRIO

Desenvolvimento Agrícola
no Brasil __________________ Páginas 1 e 2

2.Desenvolvimento,agricultura,
Território e sustentabilidade da
Região Centro-Oeste __________________Página 2

2.1.Contextualização do
Desenvolvimento agrícola da
RegiãoCentro-Oeste __________________Páginas 3 e 4

2.2.Fase de início do processo
De modernização da __________________Página 5
Agricultura

2.3 Fase de constituição dos
Complexos Agroindustriais
– CAIs (1970-1985) __________________ Páginas 6,7 e 8

2.4.Fase de constituição dos
Complexos Agroindústrias
Grãos-Carne—CAGCs __________________Páginas 8,9 e 10
(1986-2002)

2.5. Fase deconstituição de uma
agricultura voltada para a produção
de combustíveis __________________Páginas 11 e 12
(2003-2007)

3.Considerações
Finais __________________Páginas 13 e 14



DESENVOLVIMENTO AGRICOLA NO BRASIL

No Brasil, a modernização e a tecnificação da agricultura tiveram início na década de 1950,
mas apresentaram resultadosefetivos a partir da década de 1970, quando o Estado instituiu
uma agenda de políticas de investimentos para o campo. Assim, conciliou os interesses entre
o setor agrário, em particular os grandes e médios produtores, e o industrial, formado pelo
capital nacional e internacional. A integração do interior e o equipamento do território, que
incluiu o crescimento e espalhamento de diferentesredes de infra-estrutura, permitiram a
constituição de complexos que integraram a agricultura à indústria e articularam a expansão
das fronteiras agrícolas. Entre os efeitos desse processo sobre a sustentabilidade, estava uma
incipiente ocupação da Amazônia e o do Cerrado.
Nas décadas seguintes, diante de crescentes demandas decorrentes de um acelerado processo
de urbanização e dasnecessidades do mercado internacional, constituíram-se os Complexos
Agroindustriais (CAIs), que representam esse “pacto modernizante” (DUARTE, 2002). Com
o advento de uma agricultura globalizada e globalizante, que proporcionou novos pacotes
técnicos e tecnológicos, os CAIs foram revitalizados na década de 1990.
A partir daí, integraram-se, em bases renovadas, à tradicional atividadepecuária para
constituir os Complexos Agroindustriais Grãos-Carne (CAGCs). Esses modernos complexos
integram diferentes ramos da cadeia produtiva agroindustrial como a da soja, a do milho e a
da pecuária, e se articulam ao mercado nacional e, em larga medida, ao internacional. Nas
últimas décadas, com expansão dos complexos grãos-carne e a progressiva integração da
agricultura à matrizenergética nacional, por meio do biodiesel e do etanol, a agricultura
brasileira tem se expandido para atingir níveis inéditos de produção.
O vetor de expansão espacial da agricultura tecnificada, que se originou no Sul, na atualidade,
atravessa a região Centro-Oeste, avançando sobre o Cerrado e a Amazônia. Diante de um 3
quadro natural propício, o potencial agrícola da região Centro-Oeste éimenso, e os recentes
investimentos ali localizados, como a instalação de novas agroindústrias, atestam essa
especialização. No entanto, em um contexto de Estado reformado, o impulso dos
investimentos públicos em infra-estrutura de apoio à produção e escoamento pelo território
tem sido sensivelmente reduzido. Além disso, a expansão da agricultura pela incorporação de
novas terras incorre emmais avanços sobre a Amazônia e o Cerrado, tendo como resultado
um aumento significativo da degradação socioambiental. Suporte de um desenvolvimento
altamente modificador das relações socioespaciais e ambientais até então vigentes, a região
Centro-Oeste reúne grandes contradições, que envolvem a gestão do território e suas
conseqüências sobre a sustentabilidade.



2....
tracking img