Desculpe a poeira: lugares que perdemos pelo caminho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 25 (6219 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de dezembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL

MARCELO GONÇALVES RAMOS

DESCULPE A POEIRA: Lugares que perdemos pelo caminho

Campo Grande/MS 2010

2

MARCELO GONÇALVES RAMOS

DESCULPE A POEIRA: Lugares que perdemos pelo caminho

Projeto de Trabalho de Conclusão de Curso apresentado como requisito parcial para a obtenção do título de Especialista em Artes Visuais: Cultura e Criação aoSENAC/MS

ORIENTADORA: Prof. Me. Sara Cristiane Jara Grubert

Campo Grande/MS 2010

3

R175

RAMOS, Marcelo Gonçalves Desculpe a poeira: lugares que perdemos pelo caminho. / Marcelo Gonçalves Ramos. – Campo Grande, 2010. 38 p. Trabalho de Conclusão de Curso de Pós-Graduação (Especialização em Artes Visuais: Cultura e Criação) – SENAC/MS, 2010. Inclui Referências Bibliográficas.

1.Fotografia. 2. Cultura. 3. Lugares. I. Título.

4. Abandono.

CDD 745

4

MARCELO GONÇALVES RAMOS

DESCULPE A POEIRA: Lugares que perdemos pelo caminho

Projeto de Trabalho de Conclusão de Curso apresentado como requisito parcial para a obtenção do título de Especialista em Artes Visuais: Cultura e Criação ao SENAC/MS
. Aprovado em 30 de junho de 2010.

BANCA EXAMINADORA_____________________________________________ Profa. Ma. SARA CRISTIANE JARA GRUBERT SENAC/MS _____________________________________________ Profa. Ma. ALINE CERUTTI UFMS _____________________________________________ Profa. Ma. MAGDA MACIEL DE OLIVEIRA SENAC/MS

5

EPÍGRAFE

"Em lugar de pintar pessoas, comecei a fotografá-las, e desisti de pintar retratos, ou melhor, se pintava um retrato, não meinteressava em ficar parecido. Finalmente conclui que não havia comparação entre as duas coisas, fotografia e pintura. Pinto o que não pode ser fotografado, algo surgido da imaginação, ou um sonho, ou um impulso do subconsciente. Fotografo as coisas que não quero pintar, coisas que já existem.” Man Ray

6

RESUMO

Este trabalho trata da representação fotográfica de monumentos escolhidos nacidade de Ribas do Rio Pardo. Tal proposta se baseia na crescente valorização por artistas fotógrafos no mundo todo pela beleza das ruínas, dos locais abandonados por motivos de força maior, em geral, motivos econômicos. Esses lugares são locais em que se investiu tempo, mão de obra, a paixão dos arquitetos e engenheiros por suas invenções, são lugares que tem uma beleza plástica própria. A escolhapor Ribas do Rio Pardo veio da consciência da existência de antigos edifícios abandonados na cidade, edifícios que outrora foram locais de grande importância econômica para a cidade, e hoje, fantasmagóricos, enfeitam com sua beleza ora ideal ora grotesca o ambiente da cidade. Escolheu-se utilizar a fotografia para representar essa beleza esquecida da cidade. A idéia original do trabalho era detestar os limites da fotografia como arte e como registro documental, uma vez que optamos por trabalhar com elementos históricos e culturais, dentro do contexto da fotografia. Sendo assim, a poética encontrada foi a valorização do movimento, de sua expressividade, para isso, as fotografias foram feitas, em sua grande maioria, com a câmera em movimento. As referências visuais e teóricas são algumascidades ruínas amplamente fotografadas por sua beleza incomum; os trabalhos fotográficos de Etienne Jules Marey, historicamente conhecido por seus registros do movimento; o pintor expressionista Edward Munch, pela plástica distorcida de suas pinturas; o fotógrafo Walker Evans, por suas fotografias de locais, ruínas e pessoas, sempre no sentido de captar a dignidade das coisas; a arte urbana e oprojeto brasileiro Arte/Cidade. O resultado do trabalho é uma série de nove fotografias com temática urbana.

Palavras chave: monumento, ruína, fotografia, arte urbana.

7

ABSTRACT

This work deals with the photographic representation of selected monuments in the city of Ribas do Rio Pardo. This proposal is based on the growing appreciation for artists, photographers around the world the...
tracking img