Desafios de gerenciamento de projetos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 32 (7913 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 11 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE












Julio Ribeiro Greca






DESAFIO do GERENCIAMENTO DE PROJETOS: ESCOPO X CUSTO X PRAZO












São Paulo
2010
UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE












Julio Ribeiro Greca









DESAFIO GERENCIAMENTO DE PROJETOS ESCOPO X CUSTO X PRAZOMonografia apresentada à Universidade Presbiteriana Mackenzie como requisito parcial para obtenção do Título de Pós – Graduando.
















Orientador: Prof. Guilherme Jardim


São Paulo
2010

RESUMO



O A BUSCA PELA GARANTIA DA QUALIDADE DOS SERVIÇOS FEZ COM QUE AS EMPRESAS DE PROJETO INICIASSEM O PROCESSO DE GESTÃO EM SEUS PROJETOS, INTRODUZINDO MUDANÇASORGANIZACIONAIS COMO RESPOSTA ÀS NOVAS E AMPLAS EXIGÊNCIAS. ESTE TRABALHO ABORDA OS DESAFIOS QUE AS EMPRESAS DE PROJETO ENFRENTAM PARA MANTER A QUALIDADE DE SEUS PROJETOS, TENDO EM VISTA A “PRESSÃO” QUE RECEBEM PARA DESENVOLVER PROJETOS COM BASE EM DEFINIÇÕES INCOMPLETAS, ALTERAÇÕES SOLICITADAS NO DECORRER DO PROJETO E CERTO GRAU DE INFORMALIDADE DAS COMUNICAÇÕES REALIZADAS, COMPROMETENDO AEFICIÊNCIA E EFICÁCIA DOS PROJETOS. ALÉM DISSO, ABORDA PROCEDIMENTOS PARA GESTÃO DE PROJETOS EM EMPRESAS DE PROJETO NA GESTÃO DO PRAZO, CUSTO E ESCOPO.




Palavras-Chave: PMI, gerenciamento,projetos
ABSTRACT



























LISTA DE ILUSTRAÇÕES

Fluxograma 1: Visõa do ciclo de vida do projeto 15



Grafico 1: Distribuição de processos ao longo do cilcode vida padrão de um projeto 08


Diagrama 1: O contexto de análise das partes interessadas 19


Fluxograma 2: Mapa do processo de definição do escopo 26



Fluxograma 3: Mapa do processo para criar EAP 29



Fluxograma 4: Mapa do processo de verificação do escopo 31



Fluxograma 5: Mapa do processo controle do escopo 33



Organograma 1: Decomposição EAP 36



Gráfico2: Evolução de descrição versus tamanho da equipe 26



Gráfico 3: Estimativa define probabilidade de sucesso 41





SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 07

1.1 OBJETIVOS 08

1.2 METODOLOGIA 08

1.3 GERENCIAMENTO DE PROJETOS 09

1.4 PMBOK 11

2 FUNDAMENTOS GERENCIAMENTO PROJETOS 12

2.1 O QUE É UM PROJETO 14

2.2 O QUE É UM GERENCIAMENTO DE PROJETOS 16

2.3 OS STAKEHOLDERS 18

2.4COMO OS PROJETOS SURGEM 19

2.5 SELEÇÃO DO PROJETOS 20

2.6 ESCRITORIO DE PROJETOS 21

3 ESCOPO DO PROJETO 23

3.1 PLANEJAMENTO DO ESCOPO 23

3.2 DEFINIÇÃO DO ESCOPO 25

3.3 CRIAÇÃO DA ESTRUTURA ANÁLITICA DO PROJETO (EAP) 27

3.4 VERIFICAÇÃO DO ESCOPO 30

3.5 CONTROLE DO ESCOPO 31

4 PRAZO 35

4.1 LISTA DE ATIVIDADES 35

4.2 QUANTO DETALHAR 36

4.3 TIPOS DE DEPENDÊNCIAS 374.4 ESTIMATIVA DE DURAÇÃO 38

4.5 CALCULO DO CRONOGRAMA 39

4.6 ANÁLISE DE ESTIMATIVAS 41

5 CUSTO 42

5.1 ESTIMATIVA DE CUSTOS 42

5.2 LIDANDO COM O DINHEIRO 43

5.3 LIDANDO COM OS RISCOS 44

6 CONSIDERAÇÕES FINAIS 45

REFERÊNCIAS 46





1. INTRODUÇÃO





Empresas em todo o mundo buscam por um diferencial no mercado que cada vez torna-se maiscompetitivo, assim utiliza-se de programas de melhoria continua e qualidade total. Os pioneiros na adoção destes programas foram as indústrias japonesas, que após a segunda guerra mundial despontaram no mercado mundial.
Estes programas demonstram que a qualidade do produto é dependente da qualidade do processo empregado na produção (REINEHR, 2001). Para garantirem a qualidade de seusprocessos, as empresas utilizam-se da certificação de normas internacional ISO 9000, que comprovam que a empresa utiliza um processo definido, gerenciado e medido.
Seguindo o mesmo caminho de busca da excelência surgiram outros modelos e propostas para as mais variadas áreas de atuação, como o gerenciamento de projetos, que hoje está amplamente difundido nas organizações do mundo todo....
tracking img