Dadaismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1321 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O dadaísmo, também conhecido pelo termo
dadá, foi um movimento artístico originado em
1916, em plena Primeira Guerra Mundial, na Suíça.
Segundo Tristan Tzara, o líder dadaísta, a palavra
dadá não significa nada, tendo sido encontrada
casualmente por ele em um livro. O movimento
inaugurou um novo conceito de arte, rompendo com
o tradicional.

1

O movimento
Durante a Primeira GuerraMundial, a Suíça manteve-se neutra, e para lá foram artistas
e intelectuais de todos os pontos da Europa. Alguns desses “fugindo da guerra” se abrigam
em Zurique e reúnem-se no Cabaret Voltaire, ponto de encontro e espaço cultural onde em
1916 inaugura oficialmente o dadaísmo.
Criado a partir do clima de instabilidade, medo e revolta, provocado pela guerra, o
movimento dadá pretendia ser umaresposta à nítida decadência da civilização
representada pelo conflito. Daí provém a irreverência, o deboche, a agressividade e o
ilogismo dos textos e das manifestações dadaístas.
Os dadás entendiam que, com a Europa banhada em sangue, o cultivo da arte não
passava de hipocrisia e presunção. Por isso, adotaram a postura de ridicularizá-la, agredila, destruí-la.
Apesar de sua curtadurabilidade - no período entre guerras, praticamente havia sido
esquecido - e das críticas realizadas ao movimento, fundamentalmente baseadas em sua
ausência de vocação construtiva, teve grande importância para a arte do Século 20.
Fez parte de um processo, observado nesse século, de libertação da arte de valores
preestabelecidos e busca de experiências e formas expressivas mais apropriadas à
expressãodo homem moderno e de sua vida.
Ainda que 1922 apareça como o ano do fim do dadaísmo, fortes reflexos do movimento
podem ser notadas em perspectivas artísticas posteriores. Na França, muitos de seus
protagonistas integram o surrealismo subsequente. Nos Estados Unidos, na década de
1950, artistas como Robert Rauschenberg, Jasper Johns e Louise Nevelson retomam certas
orientações do movimentono chamado neodada.

Caracterização do movimento
Ao contrário de outras correntes artísticas, o dadaísmo apresenta-se como um
movimento de crítica cultural mais ampla, que interpela não somente as artes, mas
modelos culturais passados e presentes. Trata-se de um movimento radical de contestação
de valores que utiliza variados canais de expressão. As manifestações dos grupos dadá sãointencionalmente desordenadas e pautadas pelo desejo do choque e do escândalo,
procedimentos típicos das vanguardas de modo geral.
Na Literatura, o dadaísmo caracteriza-se pelas seguintes características:







Agressividade;
Improvisação;
Desordem;
Rejeição a qualquer tipo de racionalização e equilíbrio;
Livre associação de palavras;
Invenção de palavras com base na exploração desua sonoridade.
2

As obras
 O dadaísmo coloca-se expressamente contra projetos predefinidos e recusa todas
as experiências formais anteriores.
 Nas artes visuais, destacou a técnica do ready-made, de Marcel Duchamp, que
consiste em extrair qualquer objeto de uso cotidiano e, sem nenhuma ou pequenas
alterações, atribuir-lhe um valor artístico. Realizando assim uma crítica radical aosistema da arte.
 O movimento, que negava todas as tradições sociais e artísticas, tinha como base
um anarquismo niilista (negação a qualquer crença) e o slogan de Bakunin
(revolucionário russo): "a destruição também é criação".
 Contrários à burguesia e ao naturalismo buscavam a destruição da arte acadêmica
e tinham grande admiração pela arte abstrata.
 O acaso era extremamente valorizadopelos dadaístas, bem como o absurdo.
Tinham tendências claramente antirracionais e irônicas.
 O Dadaísmo procurava chocar um público mais ligado a valores tradicionais e
libertar a imaginação com a destruição das noções artísticas convencionais.
 Acredita-se, ainda, que seu pessimismo venha de uma reação de desilusão causada
pela Primeira Guerra Mundial.

Dadaísmo e o Movimento Moderno...
tracking img