Da alma dos artistas e escritores

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (765 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Da alma dos artistas e escritores









Neste trabalho rafaremos uma breve interpretação do aforisma 159, do capítulo intitulado “Da almados artistas e escritores” no livro Humano Demasiado Humano. Veremos como Nietzsche encarava as diferenças entre a arte e a ciência e os perigos que o autor acreditava que o artista corria em viverintensamente sua arte.
A ARTE SENDO PERIGOSA PARA O ARTISTA- 159: “Quando a arte arrebenta fortemente um indivíduo, leva-o de volta a concepção de época em que a arte florescia do modo mais vigoroso, etem então uma influência regressiva. Cada vez mais o artista venera emoções repentinas, acredita em deuses e demônios, põe alma na natureza, odeia a ciência, adquire um ânimo instável como osindivíduos da antiguidade e requer uma subversão de todas as relações que não sejam favoráveis à arte, e isso com a veemência e insensatez de uma criança. Ora, em si o artista já é um ser retardado, poispermanece no jogo que é próprio da juventude e da infância: a isto se junta o fato de que ele aos poucos ser regredido ‘há outros tempos’. Desse modo acontece, afinal, um violento antagonismo entre ele eos homens de mesma idade de seu tempo, e um triste fim; assim, segundo os relatos antigos, Homero e Ésquilo acabavam vivendo e morrendo na melancolia.”
Nietzsche se contrapõe a arte queinvade a metafísica. Pra ele o impulso artístico deve tratar unicamente da realidade humana delimitada pela ciência, não de nenhuma realidade transcendente. O artista ao penetrar de modo muito intenso emsua obra corre o risco de perder o contato com o que realmente é a arte e se perder no mundo de crenças e deuses, como os antigos faziam.
Essa união entre arte e metafísica é ainda maisproblemática para o autor, pois esse visão artisca-metafícica foi responsável por promover uma concepção de homem que estabelece entre ele e o restante do mundo natural uma falsa hierarquia, uma vez...
tracking img