Cultura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (259 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Shvoong Home>Artes & Humanidades>Teoria E Crítica>Resumo de Crioulização cultural
Crioulização cultural

Paralela à idéia de “poética da relação”, há também oprodutivo contexto da “crioulização”, como também apresentado por Edouard Glissant (1989). Através da crioulização, o intercâmbio de experiências culturais se dá explicitamente, fazendocom que se abandone a idéia de “ser fixo”.

Entretanto, a crioulização não deve ser vista apenas como um processo de glorificação da natureza composta de um povo, vez que nenhumpovo foi poupado do processo intercultural (GLISSANT, 1989, p. 140), assim como não é mais legítimo se glorificar as origens, especialmente se feito pelo ângulo racial. Essa práticade crioulização cultural é talvez a que mais tenha se ajustado à delimitação de uma postura de outrização produtiva (CARVALHO, 2003), pois tenta estabelecer um relacionamentointercultural de um modo renovado e igualitário.

Tanto crioulização quanto outrização produtiva são abordagens para se pensar o processo de apropriação e reescritura da memóriafragmentada do Caribe Estendido e do contexto pós-colonial como um todo.

Referências
CARVALHO, Isaías Francisco de. Omeros-Walcott: outrização produtiva; uma poética semi-utópica dosencontros culturais. 158 f. Dissertação (Mestrado) – Instituto de Letras, Universidade Federal da Bahia, 2003.

GLISSANT, Edouard. Caribbean discourse: selected essays. Transl. andintrod. J. Michael Dash. Charlottesville and London: University Press of Virginia, 1989, (Caraf Books series).
Publicado em: 22 dezembro, 2010   
.Fonte: http://pt.shvoong.com/humanities/theory-criticism/2090223-criouliza%C3%A7%C3%A3o-cultural/#ixzz23iplgKOC
http://pt.shvoong.com/humanities/theory-criticism/2090223-criouliza%C3%A7%C3%A3o-cultural/
tracking img