cuidados de enfermagem ao paciente com TCE grave

‘’Cuidados de enfermagem ao paciente com TCE grave’’
O traumatismo crânio-encefálico constitui a principal causa de óbitos e sequelas em pacientes poli traumatizados; entre as principais causasestão: “Acidentes automobilísticos 50%, assaltos e agressões 12%, quedas 21% e esportes 10%” (NICHOLAU, 1994 p.387). Uma das complicações mais comuns aos pacientes vítimas de traumatismo crânio-encefálico(TCE) é a infecção, principalmente a pulmonar. “As unidades de terapia intensiva tiveram sua origem na década de 1960, durante a guerra do Vietnã, quando os soldados feridos e em estado críticoprecisavam de um atendimento rápido e eficiente para que não tivessem a saúde mais prejudicada e corressem risco de morte. Atualmente com menos de quarenta anos de existência, tiveram e ainda têm granderepercussão dentro das instituições hospitalares e vêm desde então acompanhando as evoluções técnico - cientificas que ocorreram nesse período” (HUDAK, 1998).
A assistência de enfermagem ao paciente deUnidade de Terapia Intensiva (UTI), dirige seus esforços no sentido de promover, manter e recuperar a saúde, de prevenir a doença, de aliviar o sofrimento, procurando assegurar uma morte tranquilaquando a vida não pode mais ser mantida.
A assistência de enfermagem é de fundamental importância para o paciente de UTI, dada a sua situação instável. Pois o domínio da técnica, conciliando com umcuidado humanizado e holístico, desvinculado do modelo biomédico e mecanicista, assistindo o ser humano de forma integral atendendo suas necessidades biopsicossociais, espirituais e favorecendo suarecuperação.
Os profissionais de enfermagem, principalmente aqueles que trabalham no ambiente de UTI devem utilizar técnicas assépticas na higienização traqueal especialmente de pacientes com TCE;realizar mudanças de decúbito, estar atentos aos monitores, estabilidade hidroeletrolítica e assepsias de modo geral. Devem ainda, criar um ambiente acolhedor para a família que certamente se encontra...