Crises do sistema capitalis

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (277 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
-Crises cíclicas , funciona de maneira que modifica a forma em que o sistema atua.O sistema é movido por crises circulares, se desenvolve a partir de círculoseconômicos.
É importante ressaltar que essas crises não destrói o sistema,o torna forte.O que pode ocasionar a quebra do sistema é massa (classe trabalhadora) fazer útil essascrises para que ocorra o fim do sistema capitalista.
Caso ao contrário o capitalismo vai viabilizar maneira para investir na produção, seja com ajuda do Estado ou não,para que haja empregos que vai gerar o consumo e como consequência levantar o sistema e o ciclo continuar, propiciando a expansão do capitalismo.
Crise sistêmica égeneralizada, afeta todo o globo, enquanto sistema capitalista.
Isso ocorreu em duas ocasiões em 1873, e durou aproximadamente duas décadas, foi presenciada em todo mundo.A outra em 1929 , durou dezesseis anos, sua origem foi no EUA , devido a super produção e se espalhou pelo mundo.
Na década de 70, houve uma crise que explodiu naEuropa ,devido a revolução científica que foi marcada pela evolução das maquinas propiciando a substituição da massa trabalhadora por máquinas.
Resultando em um grandenúmero de desempregados e não consumidores e o sistema entra em crise ,devido a grande quantidade de mercadoria estocada e baixo consumo. Dessa forma o capital não produz,ou seja não ocorre o lucro, o dinheiro não circula.
O Estado em vista do caos que estava na economia, resolve intervir o regime neoliberal. Que visa mais o capital emenos o social. Como relaxamento dos impostos, adesão ao capital estrangeiro , empresas estatais passariam a ser privadas ou parte das empresas, campanha para o consumo.
tracking img