Crise americana - impactos economicos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 49 (12013 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS
MBA GESTÃO BANCARIA

ANALISE CENARIO ECONOMICO EUA 2007-2011
Impactos na economia mundial e brasileira
Débora Ferreira dos Reis Fernanda Gauche Silva José Martins de Sá Junior Marcello Silva Jacinto Mayli Nakaima Vinicius Silva Serra Azul

1. CENARIO ANTES DA CRISE, pg 3

2. FATORES QUE LEVARAM À CRISE, pg 5

3. PRINCIPAIS FATOS DA CRISE FINANCEIRAMUNDIAL, pg 9

4. RESULTADO DA CRISE, pg 13

5. MEDIDAS PARA RESOLUÇÃO DA CRISE, pg 28

6. GRAFICOS, pg 31 7. CONCLUSÃO, pg 40

2

1. CENARIO ANTES DA CRISE

A partir da Grande Depressão – crise de 1929 – considerada por muitos economistas como a pior crise dos Estados Unidos da América vigorava uma lei de regulamentação que fiscalizou a atividade bancária por 40 anos. Segundo Simão DaviSilber, essa regulamentação bancária teve restrições legais importantes que reduziam a exposição ao risco na intermediação financeira bancária. O ponto de partida da regulamentação nos Estados Unidos foi a partir de 1933 com a aprovação uma nova legislação, com destaque para as leis: - 1933: Glass-Steagall Atc, que limitou as atividades dos bancos comerciais à captação e empréstimos, separando-osdos bancos de investimento; - 1934: o Securities Atc e o Securities Exchange Act que criaram o Securities and Exchange Commission, com autonomia de regulamentar e fiscalizar o mercado acionário e de títulos privados; - 1935: o Banking Act, que deu maior autonomia para o Federal Reserve (Banco Central do (2012; A economia mundial após a crise financeira de 2007 a 2008, 2010; Woods)s Estados Unidosda América), criou o Federal Open Market Committee e o redesconto para bancos comerciais. - 1956: o Banking Holding Company Act, que restringiu a participação dos bancos em empresas não bancárias. Em 1980 é desmontada gradativamente grande parte da legislação que limitava a atividade bancária. Os bancos passaram a incentivar a securitização de recebíveis e derivativos, atividades que não tinhamregulamentação adequada e não realizavam os empréstimos tradicionais que eram menos rentáveis. Segundo Ricardo Dathein, em relação aos fatores macroeconômicos, nos anos 1980 houveram alterações substanciais, principiando com a mudança da política econômica dos EUA. Pode-se entender estas mudanças, por hipótese, como o fim do keynesianismo e o início da hegemonia de políticas neoliberais
3 Resultado da crise da dívida externa do Terceiro Mundo, na década de 1980 muitos bancos internacionais passaram por uma situação de grande dificuldade. A concorrência entre os bancos e as instituições não bancárias se acirrou e a desregulamentação dos mercados financeiros diminuiu a distinção entre essas instituições. O lucro do setor financeiro passou de uma média de 15% do total na primeira metadedos anos 80 para 28% do lucro doméstico em 2008, chegando a atingir 40% entre 2002 e 2003. Nesse período, o emprego no setor financeiro e de seguros aumentou de 2,5% para 4,5% do total e a remuneração média de um trabalhador no setor financeiro ficou 80% acima da média nacional. A desregulamentação e as inovações financeiras permitiram o gigantismo do setor financeiro tornando-o extremamentevulnerável a choques, crises bancárias e a bolhas nos preços dos ativos. De janeiro de 2000 e dezembro de 2006: o preço dos imóveis residenciais nos EUA aumentou 120%. Entre 2001 e 2008, o valor de mercado de todas as empresas que cotavam suas ações em bolsas de valores do mundo aumentou 150%. Essa bolha nos preços dos ativos foi negligenciada pelos bancos centrais e a grande expansão da intermediaçãofinanceira levou ao aparecimento do risco moral, isto é, as pessoas acham que as instituições são grandes demais para quebrar. O sistema financeiro dos EUA concedia crédito imobiliário a pessoas físicas sem renda compatível para aquele endividamento, até imigrantes ilegais no país conseguiam fazer financiamento de imóveis sem ter comprovação de renda ou documentos do país. Surgiu a possibilidade...
tracking img