Crack

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2085 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]






















































































SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 3

2 DESENVOLVIMENTO 4
2.1 Qual a representação social do uso do crack em nossa sociedade, ou seja, como a população compreende esse problema?

2.2 Considerando a drogaticão uma dasexpressões da questão social e sendo a questão social objeto de trabalho do serviço social, como o trabalho do assistente social pode contribuir para o atendimento a partir de uma leitura critica da realidade social?.

2.3 Historicamente como ocorreu a relação urbanização X população? Há exclusão nos diferentes momentos da expansão urbana no Brasil. Em 1808 com a chagada da família Real: em 1903/4 coma reforma Pereira Passos. O mesmo ocorreu em São Paulo?
2.4 Quais as consequências emocionais / afetivas do dependente químico e familiares? Qual o papel da família no processo de estruturação emocional / afetiva do dependente químico?


3 CONCLUSÃO......... 9

5 REFERÊNCIAS 10

6 ANEXOS 11
ANEXO – Requisitos Básicos da Dependência.

INTRODUÇÃO:







Todasubstancia medicamentosa em seu princípio ativo é usado um tipo de droga em sua formulação com propósito benéfico em sua aplicabilidade, então seu uso é licito, a mesma substancia usada ilegalmente sem prescrição medica é considerada ilícita.
O termo droga presta-se a várias interpretações, mas comumente suscita a ideia de uma substância proibida, de uso ilegal e nocivo ao indivíduo,modificando-lhe as funções, as sensações, o humor e o comportamento.
As drogas estão classificadas em três categorias: as estimulantes, os depressores e os perturbadores das atividades mentais. O termo droga envolve os analgésicos, estimulantes, alucinógenos, tranquilizantes e barbitúricos, além do álcool e substâncias voláteis.
A história do crack está diretamenterelacionada com a da cocaína, grandemente consumida por grupos de amigos, em um contexto diverso. No entanto, a cocaína era uma droga cara, apelidada de “a droga dos ricos”. Esse foi o principal motivo para a criação de uma “droga” mais acessível. De fato, a partir da década de 70 começaram a misturar a cocaína com outros produtos e conforme outros métodos. Foi assim que surgiu o crack, obtido por meiodo aquecimento de uma mistura de cocaína, água e bicarbonato de sódio.
Crack tornou-se popularizado na década de 80 e difundido e consumido em todas as classes sociais.
O crack causa intensa dependência. Levando á morte.







DESENVOLVIMENTO:

O Crack nasceu nos guetos pobres das metrópoles, levando as crianças de rua ao viciofácil e a morte rápida, agora chega às classes sociais mais diversificadas de nossas sociedades aumentando seu rastro de destruição e morte.


O caminho da droga (crack) no organismo
Do cachimbo ao cérebro












1. O crack é queimado e sua fumaça aspirada passa pelos alvéolos pulmonares;
2. Via alvéolos o crack cai na circulação eatinge o cérebro;
3. No sistema nervoso central, a droga age diretamente sobre os neurônios. O crack bloqueia a recaptura do neurotransmissor dopamina, mantendo a substância química por mais tempo nos espaços sinápticos. Com isso as atividades motoras e sensoriais são superestimuladas. A droga aumenta a pressão arterial e a frequência cardíaca. Há risco de convulsão, infarto e derrame cerebral;
4.O crack é distribuído pelo organismo por meio da circulação sanguínea;
5. No fígado, ele é metabolizado;
6. A droga é eliminada pela urina;






1 - Qual a representação social do uso do crack em nossa sociedade, ou seja, como a população compreende esse problema?

A compreensão ainda esta longe dos conhecimentos e aceitação da população embora essa realidade esteja...
tracking img