Crack

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1891 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]






















































































SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 3

2 DESENVOLVIMENTO 4
2.1 Os Riscos do crack para a Sociedade Erro! Indicador não definido.
2.1.1 A intervençao do serviço social Erro! Indicador não definido.
2.1.1.1 Os primeiros relatosde crack no Estado de São Paulo Erro! Indicador não definido.
2.1.1.1.1 Os laços familiares em relaçao ao crack 4

4 CONCLUSÃO 8

REFERÊNCIAS 9


INTRODUÇÃO


A luta cotidiana pelo crack vem se agravando a cada dia mais, pois não e só pelo poder publico que devemos nos preocupar e sim com a sociedade, pois e ela quem sofre mais, devemos ter cuidado não só com violências, mastambém com doenças transmissíveis entre outros.
O consumo do crack ataca não só o usuário, mas principalmente as pessoas mais próximas, a família e um exemplo.








DESENVOLVIMENTO

Já está em curso a expansão dos recursos federais para implantação de serviços sócio assistenciais do Sistema Único de Assistência Social (Suas). Nele, amplia-se a cobertura dos serviços de:Proteção e Atendimento e Integral à Família, ofertados nos Centros de Referência de Assistência Social; Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos, ofertados nos Centros de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS);

Especializado para pessoas em situações de rua,obrigatoriamente nos centros de referencias especializado para a população de rua.(Art. De Rômulo Paes).


1 os riscos do crack para a sociedade

Assim, é importante definir que o consumo do crack vem aumentando a cada dia mais fragilizando a saúde publica.

1 A INTERVENÇAO DO SERVIÇO SOCIAL

Amplia-se a cobertura dos serviços de proteção e atendimento integral a família.

1 Os primeiros relatos de crack em São Paulo

Osprimeiros relatos sobre o consumo de crack no Brasil surgiram em 1989, entre crianças que viviam nas ruas do centro de São Paulo.

1 Os laços familiares em relação ao crack

O uso do crack tende a fragilizar todas as pessoas que fazem parte da vida do individuo.



OS RISCOS DO CRACK PARA A SOCIEDADE

O padrão de consumo intenso, contínuo e repetitivo de crack, é provocadopela fissura e pode durar dias até que o suprimento de droga termine, ou que haja a exaustão do usuário. Esses ciclos intermitentes de doses repetidas de crack, seguidos de parada abrupta em seu consumo, estão associados a sinais e sintomas da retirada, caracterizados por mal-estar físico e psicológico
A determinação pelo crack e a falta de condições financeiras para suprir sua demanda colocam ousuário em situação constrangedora, em que se submete a estratégias arriscadas para utilização da droga, como situações de risco (tráfico de drogas, sexo sem proteção) e de violência (assaltos, brigas) colocando assim a sociedade em peso em risco, a grande população encara isso como um grande problema, e enfocam no governo Brasileiro para obterem algum resultado.
Os riscos associados ao consumodo crack só vem aumentando cada dia mais, colocando em risco a saúde pública. Essa relevância deve-se, principalmente, à violência e aos comportamentos sexuais de risco associados que deflagram desequilíbrios de ordem sócio-sanitária para o usuário e para o contexto que o cerca. A violência e o comportamento sexual de risco atingem a sociedade como um todo e não somente os usuários de crack,aumentando a propagação de doenças sexualmente transmissíveis e a insegurança da população.

Segundo o artigo de LILIAN TAHAN, a realidade de classe baixa e classe media, de homens e mulheres, os prejuízos pessoais e sociais do consumo de crack são evidentes. Os usuários sabem, a sociedade tem noção dos danos e o Poder Público, a responsabilidade de cuidar dos dependentes e de proteger os não...
tracking img