Correntes parasitas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2394 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de maio de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Pergunta :Gostaria se possível que você me explicasse o que é uma corrente parasita.  |
 
 
 Resposta : |
  |
Uma “corrente parasita” (em inglês “eddy current”) é uma corrente originada numa massa metálica por indução electromagnética, o que acontece quando há variação do fluxo magnético que atravessa essa massa metálica (esta corrente é conhecida também por “corrente de Foucault”). Uma formade isso acontecer é com uma corrente alternada, que produz um fluxo magnético alternado. Origina-se um “redemoinho” ou “turbilhão” de correntes e daí o nome de “eddy”, que tem esse significado. |
  |
Apesar do nome “parasita”, essa corrente pode ser produzida intencionalmente, como nos fogões por indução, mas também pode ser realmente parasita, ou seja, indesejada, como acontece nos núcleos deferro dos transformadores, que, por isso, são constituídos por lâminas, em lugar de serem maciços, para oferecerem maior resistência elétrica ao estabelecimentos destas correntes. |
 A formação destas correntes parasitas pode também ser usada noutras aplicações para detetar defeitos. Um exemplo consiste em produzir intencionalmente correntes parasitas numa massa metálica, duma peça dum avião,por exemplo. Para isso, usa-se um circuito elétrico com uma bobina, alimentado com corrente alternada. A bobina produz um campo magnético alternado que induz correntes parasitas na massa metálica da peça sob teste. Por sua vez, estas correntes parasitas influenciam uma grandeza elétrica da bobina chamada impedância. Se existir uma fissura na peça, a corrente parasita produzida terá um valordiferente de uma massa metálica em boa condição e, por isso, também afeta de maneira diferente a impedância do circuito indutor, o que será detetado como a existência duma massa anormal. Com um aparelho adequado é possível detetar fissuras da ordem de grandeza de um décimo de milímetro. Como se disse, estamos em presença de um detetor. |
Outros detetores podem ser usados para detetar a presença deobjetos, desde que eles sejam condutores elétricos. Estes detetores têm a vantagem de não necessitarem do contato físico com os objetos. Além disso, a sua velocidade de deteção é elevada. Um inconveniente é ser pequena a distância máxima permitida entre o detetor e o objeto para que ele funcione.  |
Pode também consultar neste site “O que é ... uma corrente de Foucault ?” |
  |
 CORRENTES PARASITASPRINCÍPIO

O Ensaio por Correntes Parasitas baseia-se fundamentalmente na Lei de Indução de Faraday, onde o campo magnético, gerado por uma bobina quando alimentada por uma corrente elétrica alternada, induz, na peça a ser ensaiada, correntes elétricas, também denominadas correntes parasitas. Estas correntes elétricas, por sua vez, afetam a impedância da bobina que as gerou. Assim, quaisquervariações no fluxo das correntes parasitas geradas na peça ensaiada implicarão em variações da impedância da bobina. Este fato leva a uma das maiores aplicações deste método de ensaio que é o de detectar a presença de possíveis descontinuidades existentes nessa peça, que venham a interferir no fluxo das correntes parasitas, através das variações ocorridas na impedância da bobina de ensaio. Através detratamento eletrônico específico, os sinais gerados das variações da impedância, permitem ao inspetor não só detectar a presença de descontinuidades, mas também fazer avaliações de suas profundidades, classificando-as como internas ou externas à superfície em que se encontra a sonda de ensaio. Analisando as amplitudes dos sinais gerados, é possível ter estimativas do tamanho das descontinuidadesdetectadas.

APLICAÇÕES

O método de ensaio por correntes parasitas é extremamente versátil visto que pode ser utilizado para todas as aplicações onde possa ser correlacionado com as variações geométricas, elétricas ou magnéticas. Fazendo-se a devida adaptação a cada necessidade , sobretudo quanto ao tipo e tamanho de sonda, o ensaio pode ser realizado para:

* Detectar falta de homogeneidade...