Copia de prova

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1386 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL - UFRGS
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO E TRANSPORTES - DEPROT
DISCIPLINA: ENG 09020 - CUSTOS DA PRODUÇÃO
PROFESSOR: FRANCISCO JOSÉ KLIEMANN NETO

PROVA PARCIAL – 24/04/2008

QUESTÃO 1 – Relativamente às afirmações feitas abaixo quanto aos conceitos gerais de custos e aos princípios de custeio, marcar a alternativa correta. Para cadaalternativa incorreta, justificar o erro, argumentando sucintamente sobre o mesmo.

(1) Os únicos métodos de valorização de estoques aceitos pelo fisco são o FEPS (NIFO) e o custo médio ponderado.
2) As perdas normais são aquelas que acontecem em condições operacionais eficientes.
3) Para controlar um processo produtivo deve-se utilizar os mesmos parâmetros estabelecidos na etapa deplanejamento operacional.
4) Os principais tipos de perdas relacionadas às matérias-primas são as sobras, as quebras e os refugos.
(5) Os únicos princípios de custeio aceitos pelo fisco são o absorção total e o custeio variável.

QUESTÃO 2 – Relativamente às afirmações feitas abaixo quanto à análise de custo-volume-lucro, marcar a alternativa correta. Para cada alternativa incorreta, justificaro erro, argumentando sucintamente sobre o mesmo.

1) A margem de contribuição unitária indica qual a percentagem do faturamento que contribui para a cobertura dos custos fixos de uma organização.
2) Uma empresa que tem Margem de Segurança de 10% pode ter uma redução de até 10% no seu faturamento de vendas sem risco de incorrer em prejuízo.
3) Se uma empresa atuar acima do seu ponto defechamento significa necessariamente que ela estará fora da zona de prejuízo financeiro.
4) A análise de custo-volume-lucro é apropriada a análises de médio e longo prazos.
5) A grande dificuldade associada ao cálculo do ponto de equilíbrio em empresas multiprodutoras é a determinação da participação relativa de cada um dos produtos no faturamento da empresa.

QUESTÃO 3 - A fabricação do produto ALFAapresenta uma perda normal de 10%, dos quais 5% são de quebras e 5% de sobras, que podem ser vendidas por $1,00/kg. Preocupado com a competitividade da empresa a longo prazo, o gerente industrial levantou os dados de produção dos três últimos meses, obtendo os seguintes números:
Mês 1 Mês 2 Mês 3
Matéria-prima consumida 100 kg 150 kg 120 kg
Produção 90 un. 120 un. 110 un.Sobras 5 kg 20 kg 10 kg

Sabendo-se que cada unidade de produto consome 1 kg de matéria-prima e que o custo dessa matéria-prima é de $10,00/kg, PEDE-SE (para cada um dos 3 meses de análise):
a. Utilizando-se dos princípios dos custeios por absorção total e ideal, determinar o custo unitário do produto ALFA. Determinar, ainda, o custo-padrão unitário do produto (isto é,incorporando as perdas normais e considerando a venda das sobras normais).
b. Detalhar os gastos incorridos, classificando-os em custos, quebras (normais e anormais) e sobras (normais e anormais).

QUESTÃO 4 - Discorra sobre a importância da definição de um nível de detalhamento adequado na estruturação de um sistema de custos.

QUESTÃO 5 - Apresentar criticamente os grandes princípios que regemos sistemas de custeio, discutindo as situações para as quais eles são particularmente adequados, bem como sua eventual complementaridade.

QUESTÃO 6 - A empresa DSK possui dois (2) processos produtivos, nos quais são fabricados três (3) produtos. Os tempos-padrão de fabricação desses produtos são os seguintes:
PROC. A PROC. B
DSK1 2 h 1 hDSK2 1 h ---
DSK3 --- 2 h
Além disso, o Departamento de Engenharia definiu como eficientes os seguintes rendimentos de produção:
REFUGOS UNID. DEFEIT. CUSTOS VAR./UNIDADE ($)
DSK1 10% 10% 80,00
DSK2 10% 5% 60,00
DSK3 5% 10% 40,00...
tracking img