Copa do mundo 2014

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4904 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
REALIZAÇÃO DA COPA DO MUNDO DE 2014 NO BRASIL

Felipe Vicente Peixoto
Felippe Barbariol Pianca

Resumo
Este artigo foi desenvolvido com o objetivo de expor argumentos a favor da realização da Copa do Mundo de 2014 no Brasil, expondo os pontos positivos e benefícios que a mesma oferece ao país e a população, por meio de pesquisas e estatísticas. Com a Copa do Mundo de 2014, o Brasilsofrera muitas mudanças, e conseguira grandes investimentos em diversos setores, que após a copa aumentarão a qualidade de vida do brasileiro.
Palavras-chave:
Copa do Mundo, Futebol, Brasil 2014, FIFA.

1. INTRODUÇÃO
Foi em uma terça-feira, dia 30, que finalmente a notícia se tornou oficial: o Brasil foi anunciado como o país anfitrião da Copa do Mundo de Futebol de 2014. O comunicado foifeito durante uma reunião do comitê executivo da Fifa em Zurique, na Suíça, na qual estavam presentes o ex-presidente do Brasil, Luís Inácio Lula da Silva, o técnico da seleção brasileira, na ocasião, Dunga, e o ex-jogador Romário. A escolha do Brasil para a Copa de 2014 se deve a uma mudança no regulamento da Fifa¹. Em 2000, quando a Alemanha derrotou a África do Sul na votação interna do órgão paraescolher o país-sede da Copa de 2006, a Fifa decidiu estabelecer um rodízio entre os continentes que abrigarão o campeonato. Coube à África do Sul, o mais desenvolvido país africano, encarregar-se da Copa de 2010.
Não há motivos para duvidar de que a Copa de 2014 no Brasil seja uma grande festa. Além de dispor de sete anos para organizá-la, o país vem de um notável sucesso na realização dosJogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro. Temia-se que, numa cidade conflagrada pelo crime, houvesse ocorrências policiais envolvendo os participantes dos Jogos. Não foi o que aconteceu - exceção feita à prisão dos dois boxeadores cubanos que pretendiam pedir asilo político no Brasil e acabaram deportados.

"A Copa do Mundo transcende o aspecto meramente esportivo". Blatter,Joseph,presidente da FIFA”.

A diversidade é uma das marcas do Brasil. Em seu vasto território convivem diferentes povos, com seus costumes, culinária e religiões. Atualmente dividido em 26 estados, um Distrito Federal e 5.563 municípios, o Brasil tem aproximadamente 190 milhões de habitantes que vivem principalmente em cidades, na faixa mais a leste do território. É - de longe - o maior e mais populosopaís da América Latina e desempenha um papel central na economia da América do Sul. O gosto pelo futebol parece ser uma das poucas unanimidades nacionais do Brasil. As diferenças sociais, políticas e econômicas, tão marcantes no dia-a-dia do país diluem-se quando a equipe verde-amarela entra em campo e entoa o hino nacional, daí, nada mais lógico do que o país acolher novamente um campeonatomundial, agora em 2014. O entusiasmo, a capacidade de mobilização que o futebol proporciona ao Brasil são potentes motores para que as várias cidades brasileiras possam vencer o desafio de sediar uma Copa.
Assim como nas copas realizadas anteriormente em outros países, como por exemplo, na Alemanha (2006) e África do sul (2010), a copa do mundo no Brasil irá mudar toda a estrutura do país, dês dareeducação social e política até a formação e reformas de estádios, ainda também o aumento do turismo no país, melhorias de infraestrutura nas cidades sedes, tais como reformas de aeroportos, rodovias, hospitais, investimentos em segurança, saúde e transporte.
2. DESENVOLVIMENTO
Para receber o mundial – um dos maiores eventos esportivos da atualidade – o governo federal tem coordenado diversasações e investimentos que trarão melhorias nas áreas de infraestrutura, emprego e renda e promoção da imagem do país.
2.1. SEGURANÇA
A preocupação com a segurança pública em grandes eventos foi pauta de um congresso realizado na Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), na capital paulista. Buscando otimizar o sistema até a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016, o ministro da...
tracking img