Controle

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2886 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SOLUÇÃO TAMPÃO
Em uma analise qualitativa e quantitativa antes de um teste, é necessário, ajustar a concentração hidrogeniônica a um valor determinado e mantê-la no decorrer da análise. Se necessitamos de um meio fortemente ácido (pH entre 0 a 2) ou fortemente alcalino (pH entre 12 a 14), podemos consegui-lo pela adição de quantidades suficientes de ácido forte ou uma base forte. No entanto, sequisermos manter um pH entre 2 e 12, não podemos usar este método. Pois, é impossível manter o pH em uma solução levemente ácida, neutra ou levemente alcalina, simplesmente pela adição de volumes calculados de um ácido forte ou uma base forte.
Considere as seguintes situações:
 
Perceba que a adição de uma pequena quantidade de um ácido forte ou de uma base forte à água pura provoca umaalteração brusca no pH do meio (variação de 4 unidades). Verifique, também, que a adição da mesma quantidade do ácido ou da base à solução formada pelo ácido acético e acetato de sódio provoca uma alteração muito pequena no pH desta solução. A solução formada por ácido acético e acetato de sódio recebe o nome de solução tampão ou solução reguladora (buffer solution). Tais soluções apresentam certaresistência tanto a ácido e a base.
Portanto temos:
Solução tampão ou solução tamponada é aquela que, ao adicionarmos uma pequena quantidade de ácido ou base, mesmo que fortes, mantém o seu pH praticamente invariável.
É provável que a observação destes fatos levem ao seguinte questionamento:
Como as soluções tampão conseguem manter o seu pH praticamente constante?
Vamos imaginar uma solução tampãoconstituída por uma ácido fraco (HA) e um sal (BA) derivado deste ácido.
Nesta solução, ocorrem os seguintes fenômenos:
-Pequena ionização do ácido:
HA + H2O ↔ A- + H3O+ Ka
(Na solução predominam formas do ácido HA)
-Dissociação total do sal:
BA  ↔ B+ + A-
(Na solução predominam íons B+ e A-)
Observação: Note que o íon A- é comum ao ácido e ao sal.
Ao juntarmos aesta solução uma ácido forte, esta irá liberar íons H+, que serão consumidos pelo equilíbrio:
HA + H2O ↔ A- + H3O+
Como conseqüência, este equilíbrio desloca-se para a esquerda, e com isso a acidificação da solução não aumenta e o pH não sofre variação. Perceba que não irá faltar o íon A- para que o equilíbrio acima se desloque para a esquerda, uma vez que a dissociação do sal BA → B+ + A-fornece uma boa reserva deste íon.
Se juntarmos à solução tampão uma base qualquer, este irá se ionizar colocando íons OH- em solução. Estes íons OH- serão consumidos pelos íons H+ resultantes da ionização do ácido, e, desta forma, a basicidade não aumenta e o pH não muda.
H+ + OH- ↔ H2O 
Perceba que não irão faltar íons H+ para reagir com o OH- da base, pois o ácido HA é fraco, e o estoque defórmulas HA que continuará se dissociando e fornecendo H+ é muito grande.
Desta forma, conseguimos compreender que a solução tampão só resistirá às variações de pH até que todo ácido HA ou todo sal BA sejam consumidos. A resistência que uma solução tampão oferece às variações de pH recebe o nome de efeito tampão.
Exemplo: Se misturarmos um ácido fraco e seu sal, tal como a mistura de ácido acético eacetato de sódio. Numa tal solução, o acetato de sódio, como qualquer outro sal, sofre dissociação quase total.
CH3COONa  ↔ CH3COO- + Na+
A dissociação do ácido acético:
CH3COOH + H2O ↔ CH3COO- + H3O+ Ka = 1,8.10-5 
é, no entanto, quase desprezível, porque a presença de grande quantidades de íons acetato deslocará o equilíbrio para o lado da formação de ácido acético nãodissociado.
A solução apresentará um determinado pH e esse de manterá admiravelmente bem, ainda que adicionarmos quantidades consideráveis de ácido e base.
Agora, veja porque o pH dessa solução não varia:
* Se adicionássemos a essa solução HCl, por exemplo, o pH deveria diminuir, pois o HCl libera muitos íons H+. Entretanto, esses íons H+ são retirados da solução, pois estes se...
tracking img