Controle ambiental do ar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 39 (9617 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE DE TECNOLOGIA DE GUARATINGUETÁ







CONTROLE AMBIENTAL DO AR



Ariele Aline Pereira da Silva

Camila Sampaio da Silva

Emerson Gomes da Silva

Flávia Cristina Castro da Silva

Paloma Aparecida Faustino de Oliveira



















Guaratinguetá – SP

2012

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE GUARATINGUETÁ









CONTROLE AMBIENTAL DOAR



Ariele Aline Pereira da Silva

Camila Sampaio da Silva

Emerson Gomes da Silva

Flávia Cristina Castro da Silva

Paloma Aparecida Faustino de Oliveira





Trabalho apresentado à Faculdade de Tecnologia de Guaratinguetá, para conclusão do 2º. Semestre do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Empresarial – Processos Gerenciais.Área de Concentração: Gestão Ambiental

Orientador: Prof. Paulo Marcondes



Guaratinguetá – SP

2012



LISTA DE ILUSTRAÇÕES



























































SUMÁRIOINTRODUÇÃO













































1. POLUIÇÃO DO AR: UMA VISÃO GLOBAL

Com os avanços da humanidade, do capitalismo, de novas tecnologias, acúmulo de riquezas e produção em grandes escalas, têm influenciado e alterado vários fatores ambientais, dentre eles a contaminação do ar e que tem causadosgrandes consequências ao planeta. Com a Revolução Industrial aumentou e muito a poluição do ar e esse desenvolvimento industrial e urbano tem originado em todo o mundo um aumento crescente da emissão de poluentes atmosféricos. Causando danos na saúde, na agricultura, tem prejudicado também os ecossistemas e o clima, aumentando assim a temperatura do planeta.

1. Fatores que provocam aalteração no ar

Os fatores que têm contribuindo são:

• A poluição atmosférica pelas indústrias, que em algumas regiões já tem provocado a diminuição da transparência do ar;

• O aumento do número de aviões supersônicos que, por voarem em grandes altitudes, alteram a camada de ozônio;

• Os desmatamentos, que diminuindo as áreas verdes causam uma diminuição na produção de oxigênio;• As explosões atômicas experimentais, que liberam na atmosfera grande quantidade de gases, de resíduos sólidos e de energia;

• Os automóveis e indústrias, que consomem oxigênio e liberam grandes quantidades de monóxido de carbono e dióxido de carbono.

Todos esses fatores, quando associados, colocam em risco o equilíbrio total do planeta, podendo provocar entre outros fenômenos, ochamado efeito estufa.

2. Emissão veicular

A poluição veicular causa diversas consequências ao planeta: ambiental, econômico e saúde. Os poluentes emitidos por veículos automotivos são: hidrocarbonetos (HC), óxidos de nitrogênio (NO), monóxido de carbono (CO) e material particulado (MP).

Nos últimos 20 anos, o Brasil avançou no controle das emissões veiculares. OPROCONVE - Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores estabelece limites de emissões restritivos para veículos novos. Mais em sua maioria, os automóveis continuam lançando seus gases poluentes na atmosfera.

Diante de grandes desafios que precisam ser enfrentados, o IEMA - Instituto de Energia e Meio Ambiente, apoia e participa de cooperações técnicas voltadas aoestabelecimento de padrões de emissões veiculares no Brasil. As conquistas decorrentes da adoção de limites restritivos de emissões talvez não resultem em benefícios ambientais sem que haja uma política adequada de mobilidade urbana. O Instituto se esforça para que a qualidade do ar seja inserida na gestão ambiental e que seus instrumentos de monitoramento tenham condições de mostrar o nexo entre as...
tracking img