Contando um conto

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1088 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Observa-se que o conto de Clarice Lispector, intitulado “Os Desastres de Sofia”, retrata a infância da escritora e o seu ídolo o professor do primário. A trama do conto inicia-se pelo próprio titulo do conto ‘” Os Desastres de Sofia”, sabemos que a palavra Sofia significa sabedoria, e foi nas travessuras de crianças conforme a próprio conto retrata que o professor descobriu o talento que aquelacriança tinha para escrever e contar historias.
A trama do conto inicia pela descrição do professor que lecionava no primário, “gordo, grande, silencioso, de ombros contraídos”. ”Usava paletó curto demais, osculassem aro, com fio de ouro, insinuando o nariz, grossos e romanos”. Já a narradora do conto se descreve como sendo uma menina de nove anos mais ou menos, que encantada pela sabedoria doprofessor , fazia de tudo para chamar sua atenção ,” Falava muito alto, mexia com os colegas, interrompia a lição com piadinhas”, mas a menina não conseguia tirar a seriedade daquele homem, que de certo modo ela o amava e respeitava , não como mulher que seria um dia, mas como ser supremo de sabedoria. Embora a menina usa-se de artimanhas para provocar a ira do professor, ela não queria serobjeto de ódio daquele homem, que de certo modo o amava. “Eu queria o seu bem e em resposta ele me odiava” . A menina em sua alienação, não tinha consciência do que fazia “É verdade que nem mesma eu sabia ao certo o que fazia minha vida com o professor era invisível”. Ela o importunava tanto na tentativa de chamar sua atenção, que acreditava que o professor tinha antipatia por e ódio por ela. “Aantipatia que esse homem tinha por mim era tão forte que eu me detectava”. Atormentada, se sentia infeliz, desajeitada, e humilhada por não se achar bonita. Com tudo, torturada por uma infância que para ela parecia não ter fim, a única coisa que ela gostava era dos cabelos escorridos, planejava fazer permanentes e sacudidos quando crescer. Não gostava de estudar, não era para irritar o professor,estava preocupada com o crescimento do seu corpo.
Agora com treze anos de idade, se sentia bonita, e ainda sonhava com o professor que não o via a quatro anos, imaginando oque achariam de vela tão bonita, formosa e limpa. Mas derrapante chegou um ex-coleguinha de infância gritando desesperado que o professor havia falecida naquela madrugada. Desolada, a menina se lembra do passado, maisprecisamente á quatro anos atrás quando o professor propôs uma atividade, “ Vou contar uma historia, disse ele, e vocês façam as composição. Mas usando palavras de vocês. Quem for acabando, não precisa esperar a sineta, já pode ir para o recreio”. O professor conta uma historia de um homem que sonhava em descobrir um tesouro e ficar rico, porem o homem andou o mundo inteiro e cansado voltou para a suahumilde casa mais pobre ainda, como não tinha nada para comer, começou a plantar em seu quintal, plantou tanto e colheu tanto que ficou rico.
Sentada em seu lugar, que ficava no canto da sala, a menina ouviu a historia com ar de desprezo, e com os olhos fixos no professor, que enquanto contava a historia não havia se quer olhado para ela. Apressada em terminar a lição e sair longa da sala e irbrincar, visto que apesar de seus conflitos internos em relação ao seu professor, ela era apenas uma criança e como tal adorava correr pelos pátios da escola que eram imensos, espaçoso e muito bonito.. Em bora apressada para sair, fez a sua historia “ o tesouro que se disfarça” , entregou o caderno e saiu correndo, mas ficou um bom tempo sozinha, visto que os seus colegas demoraram um pouco mais paraterminar a atividade. Após brincarem bastante, ela resolveu buscar algo na sala de aula, para mostra par o caseiro, que tomava conta do pátio, entrou correndo na sala quando se deparou com o professor que estava olhando os cadernos, ficou assustada e sem reação, sem saber para onde ir, o que fazer, o que falar, calada resolveu sair de mansinho, foi quando ouviu o seu nome. Com o coração em...
tracking img