Contabilidade de empresas comerciais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2843 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]









































































SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 3
2 Aplicação Financeira 4
3 Impostos não Cumulativos 6
4 Avaliação de Estoques 7
4.1 Conta Mista de Mercadorias 7
4.2 Conta Mercadorias Desdobrada 7
4.3 Registro das Operações de Compras 7
4.4 Registro dasOperações de Vendas 8
5 Princípio da Entidade 10
6 Princípio da Competência (confronto das receitas com as despesas) 11
7 Legislação Contábil 13
8 Referências 15
INTRODUÇÃO

O presente trabalho tem por objetivo aprofundar o conhecimento sobre a contabilidade de empresas comerciais, bem como conceituar o que são as aplicações financeiras, os impostos não cumulativos, a avaliação de estoques, oprincípio da entidade, o princípio da competência – confronto de receitas com despesas -, e legislação contábil.
A conceituação destes temas através de pesquisa e interpretação acrescenta um conhecimento complementar à base teórica obtida, tornando cada vez mais qualificados os futuros contadores.

Aplicação Financeira

Conceituando, as aplicações mais comuns no mercado financeiro são a Poupança, oCertificado de Depósito Bancário (CDB), o Recibo de Depósito Bancário (RDB) e os Fundos de Investimento. Toda aplicação financeira está sujeita a riscos. Para reduzi-los, devem-se procurar informações sobre o tipo de aplicação, sobre a instituição financeira e sobre as variáveis econômicas que podem influenciar o resultado esperado. Geralmente os rendimentos são maiores nas aplicações de maiorrisco.
Segundo o site Wikipedia, “Aplicação financeira é a compra de um ativo financeiro, na expectativa de que, no tempo, produza um retorno financeiro, ou seja, espera-se não só obter o capital investido, como também um excedente, a título de juros ou dividendos.” Portanto, aplicação financeira é um investimento, que visa o lucro, no resgate do montante investido vem acrescido de juros. Existeminvestimentos com riscos, como já falado acima, que possibilitam melhores lucros.
A necessidade de ter o reconhecimento da receita mensal, e não somente no resgate da aplicação, deve-se por analisar o princípio da competência. O princípio de competência é um princípio contábil, que deve ser, na prática, estendido a qualquer alteração patrimonial, independentemente de sua natureza e origem. Por esteprincípio, as receitas e as despesas devem ser incluídas na apuração do resultado do período em que ocorrerem, sempre simultaneamente quando se correlacionarem, independentemente de recebimento ou pagamento.
Por isso, a necessidade do reconhecimento da receita mensal, deve-se ao fato que se algo for adquirido agora e o pagamento do mesmo for para dois meses, seria contabilizado somente mediante opagamento enquanto já teria sido usufruído do bem adquirido, podendo tornar confuso a contabilização do mesmo.
Lembrando que o Princípio da Competência não está relacionado com recebimentos ou pagamentos (regime de caixa), mas com o reconhecimento das receitas geradas e das despesas incorridas no período.
O capital, como fator de produção, tem por lucro o JURO – podemos colocar assim. Os jurosrepresentam a remuneração do capital empregado em alguma atividade produtiva.
É denominado regime de Juros Compostos aquele onde os juros relativos a cada período são calculados sobre o montante referente ao período anterior (também denominado pelos populares, juros sobre juros). Os juros que são produzidos ao fim de cada período passarão a fazer parte do capital ou montante que serviu de basepara cálculo, de modo que o total conseguido será a base para os cálculos em períodos próximos. 
|O sistema de juros compostos é mais comum e usado no sistema financeiro, pois para os bancos e empresas financeiras principalmente, que |
|trabalham com “dinheiro”, torna-se muito mais rentável que se trabalhe com este tipo de regime de juros. Desta forma, vale frisar que neste|
|regime de...