Contabilidade de empresas comerciais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3740 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A Contabilidade Comercial é o ramo da Contabilidade que mede o patrimônio comercial, ou seja, o conjunto de bens, direitos e obrigações do comerciante. O comerciante é toda pessoa física ou jurídica que aproxima vendedores e consumidores, levando-os a completar uma operação comercial. Os dados que são fornecidos pela empresa servirão de base para analise de futuras decisões.
Também seobservam alguns conceitos de Contabilidade comercial através de alguns autores como: FRANCO (1197, p.98) "destaca que a Contabilidade Comercial é a ciência que estuda os fenômenos ocorridos no patrimônio das entidades". Para ORRÚ (1190, p.58) "Contabilidade Comercial é a ciência que estuda e controla o patrimônio das empresas".
A Contabilidade Comercial é exercida pelas pessoas queexploram atividades que objetivam o lucro e pode ser dividida em: Contabilidade Mercantil, Contabilidade Industrial e Contabilidade de serviços, onde são analisados tópicos importantes como noções de comércio, sociedades comerciais entre outras.
As finalidades fundamentais da Contabilidade Comercial é procurar apresentar de forma ordenada, o histórico das atividades da empresa, ainterpretação dos resultados, e através de relatórios produzirem as informações que se fizerem precisas para o atendimento das diferentes necessidades. Queremos nesse trabalho destacar as responsabiliades do profissional contabil com seu registro devidamente ativado levando informções e solucções que servirão de base para orientação nas tomadas de decisões.


2 DESENVOLVIMENTO

2.1 APLICAÇÃOFINANCEIRA:
Aplicação financeira é a compra de um ativo financeiro, na expectativa de que, no tempo, produza um retorno financeiro ou seja, espera-se não só obter o capital investido, como também um excedente, a título de juros ou dividendos. ( Fonte : http://pt.wikipedia.org)
a)Emprestimos e Financiamento: Taiscontas registram as obrigações da empresa junto a instituições financeiras do País e do Exterior, cujos recursos são destinados para financiar imobilizações ou para capital de giro para ser aplicado na empresa. Como regra geral, os empréstimos e financiamentos são suportados por contratos que estabelecem o seu valor, forma e época de liberação, encargos incidentes, forma de pagamento, garantias alémde outras cláusulas contratuais. Os empréstimos distinguem-se dos financiamentos pelo fato de que estes representam um crédito vinculado à aquisição de determinado bem, podendo ter a intervenção de instituição financeira ou diretamente com o fornecedor do bem. Por outro lado, os empréstimos são concessões de crédito em espécie, sem vinculação específica, muito embora conste do contrato afinalidade do mesmo.
“O empréstimo é em compromisso entre duas partes de quem um determinado bem, seja ele um livro ou um valor monetário, será emprestado ao devedor pelo credor do empréstimo”. Proença (pág. 116/7)
Conforme Proença pág. 116 Normalmente, esta conta se subdivide das seguintes maneiras:
 Circulante:
Parcela dos empréstimos e financiamento em curtoprazo;
Financiamento bancários para capital de giro em curto prazo;
Títulos a pagar;
Encargos financeiros a transcorrer (conta devera);
Juros a pagar sobre os empréstimos e financiamentos;
 Exigível em Longo Prazo:
Empréstimo e financiamento em longo prazo;
Títulos a pagar;
Encargos financeiros a transcorrer (conta devedora)
Juros a pagar sobre empréstimo e financiamento;

INVESTIMENTOSNo subgrupo Investimentos do Ativo Não Circulante devem ser classificadas as participações societárias permanentes, assim entendidas as importâncias aplicadas na aquisição de ações e outros títulos de participação societária, com a intenção de mantê-las em caráter permanente, seja para se obter o controle societário, seja por interesses econômicos, entre eles, como fonte...
tracking img