Conjuntura economica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3085 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIFACS – EAD

DERIVÂNIA DE JESUS SANTOS

ATIVIDADE VIRTUAL 01

GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO
DISCIPLINA SOCIEDADE, DIREITO E CIDADANIA.

UNIFACS – EAD

DERIVÂNIA DE JESUS SANTOS

ATIVIDADE VIRTUAL 01

GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO
DISCIPLINA SOCIEDADE, DIREITO E CIDADANIA.

Trabalho apresentado à disciplina de Sociedade, Direito e Cidadania, da Universidade Salvador, modalidade deEducação a Distância, como requisito parcial de avaliação, sob orientação dos (as) Professores (as) Leila Guevara.

1ª QUESTÃO

Justifique o seu posicionamento se é a FAVOR ou CONTRA ao sistema de Cotas no Brasil. É importante utilizar como base argumentativa as raízes históricas do Brasil e o principio contitucional da igualdade que trata “Todos são iguais perante a lei, sem distinção dequalquer natureza”, art. 5º da Constituição Federal.
É um dos assuntos mais discutidos quando se trata do ingresso das pessoas nas Universidades Brasileiras. Podemos citar diversos fatores que levaram o governo a tomar tal medida para “beneficiar” os quais, nos critérios governamentais, são menos favorecidos e por isso precisam de pontes para adentrar numa Universidade. Como uma maneira de amenizaras desigualades promovidas no país desde o Brasil-império e tambem fruto da ineficiência nas políticas públicas no que tange a inclusão social, esse sistema foi criado. Porém, tal medida parece mais uma forma política com a intenção de apresentar falsos lemas de igualdade.
Um exemplo bem claro que uma das intenções seria amenizar a ineficiência do governo é mostrando um dos modelos de cotasmais prático no páis: é a reserva de vagas para estudantes que cursaram o ensino médio em escolas públicas (comprovando o que muitos sabem, mas poucos admitem a carência da educação brasileira), negros, índios e deficientes. Existem Instituições que chegam a separar 70% das vagas para candidatos que estudantes que estudaram em escolas públicas. Desde sua criação o sistema carece de informaçõesprecisas quanto aos critérios exigidos para inclusão no programa cotista. Por exemplo, definir quem é negro ou não, basta o candidato informar isso no ato de sua inscrição para o vestibular. Ou seja, não há padrão que legitimize quem é considerado negro ou não para ser admitido no programa, já que logicamente os candidatos se declara negro pra conquistar a vaga e consequentemente a bolsa.Perguntamos-nos: Que proclamação de igualdade é essa, que não da o direito assegurado ao cidadão um ensino público de qualidade, que o permita concorrer com alunos de escolas particulares? Essa igualdade só existe no papel. A fundação do sistema de cotas tem, nos parametros governamentais, cláusulas contendo ações afirmativas, conhecidas juridicamente como políticas públicas ou privadas com o intuito decombater as desigualdades históricas e discriminatórias em favor das minorias e voltadas a assegurar o principio constitucional da igualdade material. Por que se relembrarmos o que o povo negro e indigena sofreram, sendo alvos de persseguições constantes e cruéis, o ato de criar ações que facilitam o acesso ao estudo Universitário não diminuirá em nada o que esse grupo sofreu.
De acordo com o artigo5º da Constituição Federal, onde trata dos direitos e garantias fundamentais individuais e coletivos, lê-se: “Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade...” Essa lei garante a todos o mesmo tratamento, as mesmasprioridades e igualdades, contradizendo com o sistema criado pelo governo do mesmo país que dita às leis. É bastante louvável ações que promovam a integração de pessoas com menos favorecimento de renda, por exemplo, no meio acadêmico desde quando essa inserção seja fornecida de forma que garanta a dignidade do cidadão, sem indução discriminatória. O simples fato de ser negro, índio ou deficiente,...
tracking img