Conforto termico e acustico

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3343 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ENGENHARIA
ENGENHARIA DO TRABALHO

Conforto térmico

Conforto térmico

DEFINIÇÃO
Conforto térmico = condição da mente que
expressa satisfação com o ambiente térmico.
(NBR
(NBR ISO 7730)

Conforto térmico

DEFINIÇÃO
Calor é o nome dado ao processo de
transferência de energia térmica de um sistema a
outro exclusivamente em virtude da diferença de
temperaturas entre eles. Conforto térmico

Exposição ocupacional ao calor
Mecanismos de troca térmica
Condução: Contato entre dois corpos
Convecção: Contato entre dois corpos sendo um fluido
Radiação: Emissão de radiação infravermelha
Evaporação: Mudança de estado - líquido para vapor

Conforto térmico

Exposição ocupacional ao calor
Equação do equilíbrio térmico
M±C±R-E =0
M = Calor produzido pelometabolismo
C = Calor ganho ou perdido por condução e convecção
R = Calor ganho ou perdido por radiação
E = Calor perdido por evaporação

Conforto térmico

Exposição ocupacional ao calor
Equação do equilíbrio térmico
para diferentes situações térmicas
Conforto térmico

Exposição ocupacional ao calor
Índice de Bulbo Úmido Termômetro de Globo
Desenvolvido em 1957 para monitorar a exposição aocalor em
campo de treinamento militar
Vantagens: fácil de calcular, utiliza equipamentos simples e
baratos
Ambientes internos e externos sem carga solar:
IBUTG = 0,7 tbn + 0,3 tg
Ambientes externos com carga solar:
IBUTG = 0,7 tbn + 0,2 tg + 0,1 tbs
tbn = Temperatura de bulbo úmido natural
tg = Temperatura de globo
tbs= Temperatura de bulbo seco

Conforto térmico

Exposiçãoocupacional ao calor
Índice de Bulbo Úmido Termômetro de Globo
Temperatura de bulbo úmido é um tipo de medida de
temperatura que reflete as propriedades físicas de um sistema
constituído pela evaporação da água no ar.
Temperatura de globo mede a temperatura radiante.
Temperatura de bulbo seco é a temperatura medida em um
termômetro comum, é a medida de temperatura do ar seco.

Conforto térmicoExposição ocupacional ao calor
Índice de Bulbo Úmido Termômetro de Globo

Conforto térmico

Exposição ocupacional ao calor
Portaria 3.214/78 - NR-15 - Anexo Nº3

Limites de Tolerância para exposição ao Calor
Estabelece dois tipos de limites:
regime de trabalho intermitente com períodos de
descanso no próprio local de prestação de serviço;
regime de trabalho intermitente com períodode
descanso em outro local (de descanso).

Conforto térmico

Exposição ocupacional ao calor
Portaria 3.214/78 - NR-15 - Anexo Nº3
Regime de trabalho intermitente com períodos de descanso no próprio local
de prestação de serviço

Períodos de descanso: tempo de serviço para todos os
efeitos legais;
Tipo de atividade (leve, moderada ou pesada): Quadro nº 3;
Regime de trabalho por tipode atividade: Quadro nº 1.

Conforto térmico

Exposição ocupacional ao calor
Portaria 3.214/78 - NR-15 - Anexo Nº3

Limites de Tolerância para exposição ao Calor
Quadro nº 3
Taxas de metabolismo por tipo de atividade

Conforto térmico

Exposição ocupacional ao calor
Portaria 3.214/78 - NR-15 - Anexo Nº3

Limites de Tolerância para exposição ao Calor
Cálculo
Cálculo de Taxa médiade metabolismo
Onde: M é a taxa de metabolismo média ponderada para uma hora,
determinada pela seguinte fórmula:
M = Mt * Tt + Md * Td
60
Sendo:
Mt - taxa de metabolismo no local de trabalho.
Tt - soma dos tempos, em minutos, em que se permanece no local de trabalho.
Md - taxa de metabolismo no local de descanso.
Td - soma dos tempos, em minutos, em que se permanece no local dedescanso.

Conforto térmico

Exposição ocupacional ao calor
Portaria 3.214/78 - NR-15 - Anexo Nº3

Limites de Tolerância para exposição ao Calor
Cálculo de IBUTG médio ponderado por hora
IBUTG = IBUTGt x Tt + IBUTGd xTd
60
Sendo:
IBUTGt = valor do IBUTG no local de trabalho.
IBUTGd = valor do IBUTG no local de descanso.
Tt e Td = como anteriormente definidos.
Os tempos Tt e Td devem ser...
tracking img